Projetos Cofinanciados

Promoção da alimentação saudável e da atividade física: Programa Eat Mediterranean, dos EEA Grants


Programa Operacional

Inclusão Social e Emprego

Fundo

Social Europeu

Eixo Prioritário

Promover a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação

Objetivo Temático

Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Prioridade de Investimento

Melhoria do acesso a serviços sustentáveis, de grande qualidade e a preços comportáveis, incluindo cuidados de saúde e serviços sociais de interesse geral

Tipologia de Operação

3.30 – Formação de Profissionais do Setor da Saúde

Título da Operação

Formação de Profissionais do Setor da Saúde

Concurso (Aviso) 

POISE-38-2017-05

N.º de Candidatura

POISE-03-4538-FSE-000432

Montante Aprovado

15.457,41€

Montante Executado

Estado

Em curso
Descrição da Operação
Programa de Formação, na área da promoção da alimentação saudável e da atividade física, constituído por três Cursos, a decorrer entre maio e dezembro de 2018. Através da presente operação pretende-se capacitar os profissionais de saúde para o aconselhamento alimentar e de prática de atividade física, tendo como referência a Dieta Mediterrânica, para crianças e jovens (dos 3 aos 18 anos) nas Unidades de Saúde, acompanhando a sua implementação, nas Unidades de Saúde, numa perspetiva de coaching. Pretende-se, ainda, capacitar os profissionais de saúde para os aspetos nutricionais a considerar na avaliação da oferta alimentar (refeitórios escolares, bares, bufetes e máquinas de venda automática), recorrendo à metodologia utilizada no Programa Eat Mediterranean, dos EEA Grants.

Unidade de Saúde de Chamusca ❯
Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria ❯
Unidade de Saúde Familiar de Samora Correia (Benavente) ❯
Equipamentos sociais e da saúde ❯


Designação do projeto

Unidade de Saúde de Chamusca

Código do projeto

ALT20-06-4842-FEDER-000019

Objetivo principal

Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção

NUTS II – Alentejo, NUTS III – Lezíria do Tejo, Concelho: Chamusca

Entidade beneficiária

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação

10-08-2017

Data de início

02-05-2017

Data de conclusão

28-12-2018

Custo total elegível

1.144.833,56€

Apoio financeiro da União Europeia

FEDER 973.108,53€

Apoio financeiro público nacional/regional

171.125,03€

Objetivos, atividades e resultados esperados

A operação visa a construção da Nova Unidade de Saúde de Chamusca, de modo a permitir alargar a oferta de serviços de saúde às populações.

Designação do projeto

Reforço de capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria da ARSLVT

Código do projeto

ALT20-06-4842-FEDER-000002

Objetivo principal

Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção

NUTS II – Alentejo, NUTS III – Leziria do Tejo, Concelhos: Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém

Entidade beneficiária

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação

29-03-2016

Data de início

01-04-2016

Data de conclusão

30-04-2018

Custo total elegível

1.033.921.40€

Apoio financeiro da União Europeia

FEDER 878.833,19€

Apoio financeiro público nacional/regional

155.088,21€

Objetivos, atividades e resultados esperados

Reforço da capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no ACES Lezíria, mediante a melhoria e abrangência do rastreio da tuberculose e outras doenças pulmonares, o rastreio da retinopatia diabética, a melhoria da capacidade de resposta no âmbito dos Cuidados na Comunidade, a implementação de meios de desfibrilhação automática e a melhoria das condições globais de atendimento e acolhimento nas unidades de saúde.

Designação do projeto

Requalificação da Unidade de Saúde Familiar de Samora Correia (Benavente)

Código do projeto

ALT20-06-4842-FEDER-000018

Objetivo principal

Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção

NUTS II – Alentejo, NUTS III – Lezíria do Tejo, Concelho: Benavente

Entidade beneficiária

Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação

10-08-2017 – Reprogramação temporal e financeira 03-12-2018

Data de início

02-05-2017

Data de conclusão

31-12-2019

Custo total elegível

862.824,95€

Apoio financeiro da União Europeia

FEDER 733.401,21€

Apoio financeiro público nacional/regional

129.423,74€

Objetivos, atividades e resultados esperados

A operação visa a requalificação da Unidade de saúde Familiar de Samora Correia (Benavente), que ocupa um edifício de 2 pisos, através da ampliação e remodelação das suas instalações, de modo a permitir alargar a oferta de serviços de saúde às populações. 

Concurso

Investimentos na área dos equipamentos sociais e da saúde

Eixo Prioritário 

Coesão Social e Inclusão

Objetivo temático

Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Designação

Investimentos na saúde e nas infraestruturas sociais que contribuam para o desenvolvimento nacional, regional e local, a redução das desigualdades de saúde, a promoção da inclusão social através da melhoria do acesso aos serviços sociais, culturais e recreativos, e da transição dos serviços institucionais para os serviços de base comunitária

Identificação da Operação


Designação

Reforço da capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Operação

ALT20-06-4842-FEDER-000002

Estado

Em curso

Investimento elegível

1 033 921,40 €

Contribuição Comunitária

878 833,19 €

Elegível Executado


Fundo Executado
Descrição da operação Através da presente operação pretendem-se reforçar dois eixos de intervenção. No 1º eixo de intervenção, pretende-se melhorar os cuidados de saúde prestados aos utentes, mediante o reforço da proximidade e a melhoria da resposta integrada e inovadora às necessidades e características da população. No 2º eixo, pretende-se melhorar o desempenho e qualidade, através da implementação de soluções integradas para a modernização e desenvolvimento, alargamento nos serviços de proximidade prestados

Remodelação da Unidade de Saúde de Peniche


Designação do projeto

Remodelação da Unidade de Saúde de Peniche

Código do projeto

CENTRO-05-4842-FEDER-000036

Objetivo principal

Promover a integração social e combater a pobreza a qualquer discriminação

Região de intervenção

NUTS II – Centro, NUTS III – OESTE, Concelho: Peniche

Entidade beneficiária

Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação

05-05-2017

Data de início

05-12-2016

Data de conclusão

02-04-2018

Custo total elegível

1.117.999,99€

Apoio financeiro da União Europeia

FEDER 950.300,00€

Apoio financeiro público nacional/regional

167.700€

Objetivos, atividades e resultados esperados

A operação visa a remodelação de um equipamento de saúde para permitir a instalação de 2 unidades de saúde familiar e que abrangerá um total de 20 000 utentes do Concelho de Peniche, por forma a responder às necessidades das populações no âmbito dos cuidados de saúde primários. Prevê-se a obtenção de ganhos em saúde, através do reforço da proximidade e da melhoria assistencial deste universo de utentes.

Unidade de Saúde de Corroios (Santa Marta do Pinhal)


Designação do projeto

Unidade de Saúde de Corroios (Santa Marta do Pinhal)

Código do projeto

LISBOA-06-4842-FEDER-000009

Objetivo principal
 
Promover a integração social e combater a pobreza a qualquer discriminação

Região de intervenção

NUTS II – Área Metropolitana de Lisboa, NUTS III – Península de Setúbal, Concelho: Seixal

Entidade beneficiária

Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação

07-08-2017

Data de início

05-06-2017

Data de conclusão

29-06-2018

Custo total elegível

1.656.534,81€

Apoio financeiro da União Europeia

FEDER 828.267,41€

Apoio financeiro público nacional/regional

828.267,40€

Objetivos, atividades e resultados esperados:

A operação visa a construção de um novo equipamento de saúde para a instalação de 2 unidades de saúde familiar e que abrangerá um total de 30 000 utentes da freguesia de Corroios, com elevada densidade populacional, por forma a responder às necessidades das populações no âmbito dos cuidados de saúde primários.
Prevê-se a obtenção de ganhos em saúde, através do reforço da proximidade e da melhoria assistencial deste universo de utentes.

Melhoria da qualidade na prestação de cuidados primários de saúde na Área Metropolitana de Lisboa.


Designação

Melhoria da qualidade na prestação de cuidados primários de saúde na Área Metropolitana de Lisboa

Regulamento/Concurso

Saúde Lisboa – Aviso 1

Operação

LISBOA-03-0999-FEDER-000966

Estado

Em curso

Total Financiamento

959.955,22€

Elegível Aprovado

305.220,60€

Fundo Aprovado 

198.393,39€

Elegível Executado

214.389,00€

Fundo Executado

139.352,85€

Descrição da operação

A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, adiante designada por ARSLVT, tem por missão garantir à população da respetiva área geográfica de intervenção o acesso à prestação de cuidados de saúde de qualidade, adequando os recursos disponíveis às necessidades em saúde e fazer cumprir políticas e programas de saúde na sua área de intervenção.
Através do projeto LISBOA-03-0999-FEDER-000966, “Melhoria da qualidade na prestação de cuidados primários de saúde na Área Metropolitana de Lisboa” foi efetuada uma aposta e investimento em equipamentos e tecnologias para o diagnóstico e tratamento, que possibilite, entre outras, uma resposta ajustada a várias necessidades em saúde, nomeadamente no âmbito da retinopatia diabética, o rastreio de cancro da pele e a melhoria das condições existentes, no âmbito da Saúde Oral.

Rede de gestão do atendimento e de conteúdos ❯
Gestão documental partilhada ❯


Programa Operacional

Programa Operacional Temático Competitividade e Internacionalização (POCI – COMPETE 2020)

Fundo

FEDER

Eixo Prioritário

Apoiar o reforço da capacidade institucional das autoridades públicas e da eficiência da Administração Pública, a fim de realizar reformas, legislar melhor e governar bem (objetivo temático 11 – prioridade de investimento 11.1), nos termos previstos no artigo 81.º do RECI

Objetivos Temáticos

a)Reduzir os custos de contexto através do reforço da disponibilidade e fomento da utilização de serviços em rede da Administração Pública e melhorar a sua eficiência;
b) Qualificar a prestação do serviço público, quer através da capacitação dos serviços, quer através da formação dos trabalhadores em funções públicas.

Prioridade de Investimento

A Modernização do Estado constitui-se como um dos Pilares do Programa Nacional de Reformas (PNR), que assume a prioridade estratégica de acelerar reformas relevantes de Modernização do Estado, ultrapassando fragilidades no ambiente empresarial, barreiras regulamentares, custos de contexto e complexidades nos procedimentos legislativo e administrativo

Tipologia de Operação:

SATDAP – Capacitação da Administração Pública

Título da Operação

REDE DE GESTÃO DO ATENDIMENTO E DE CONTEÚDOS: QUIOSQUES MULTICANAL

Concurso (Aviso)

POCI-62-2017-07

N.º de Candidatura

POCI-05-5762-FSE-000122

Montante Aprovado

1.229.807,41 €

Montante Executado

Estado
 
Em execução

Descrição da Operação

No âmbito da modernização da AP, este projeto visa a instalação estratégica de quiosques multicanal que permitem uma atuação simultânea em duas áreas importantes dos cuidados de saúde primários: a gestão do atendimento e a trajetória do cidadão|utente no SNS, integrando o percurso administrativo e clínico e a transmissão síncrona de conteúdos de saúde pensados e geridos centralmente pela Secretaria-Geral do Ministério da Saúde.

Programa Operacional

Programa Operacional Temático Competitividade e Internacionalização (POCI – COMPETE 2020)

Fundo

FEDER

Eixo Prioritário

Apoiar o reforço da capacidade institucional das autoridades públicas e da eficiência da Administração Pública, a fim de realizar reformas, legislar melhor e governar bem (objetivo temático 11 – prioridade de investimento 11.1), nos termos previstos no artigo 81.º do RECI

Objetivos Temáticos

a)Reduzir os custos de contexto através do reforço da disponibilidade e fomento da utilização de serviços em rede da Administração Pública e melhorar a sua eficiência;
b) Qualificar a prestação do serviço público, quer através da capacitação dos serviços, quer através da formação dos trabalhadores em funções públicas.

Prioridade de Investimento

A Modernização do Estado constitui-se como um dos Pilares do Programa Nacional de Reformas (PNR), que assume a prioridade estratégica de acelerar reformas relevantes de Modernização do Estado, ultrapassando fragilidades no ambiente empresarial, barreiras regulamentares, custos de contexto e complexidades nos procedimentos legislativo e administrativo

Tipologia de Operação:

SATDAP – Capacitação da Administração Pública

Título da Operação

GESTÃO DOCUMENTAL PARTILHADA: MAIS UM PASSO PARA O FUTURO DO SNS

Concurso (Aviso)

POCI-62-2017-07

N.º de Candidatura

POCI-05-5762-FSE-000113

Montante Aprovado

735.797,62€

Montante Executado

Estado
 
Em execução

Descrição da Operação

Este projeto visa contribuir para a melhoria dos processos, definição de circuitos e fluxos de informação, ligando a sede aos 15 agrupamentos de centros de saúde que integram toda a região da ARSLVT, bem como a ARSLVT à SGMS. Desta forma, a tramitação interna da documentação passará do atual suporte em papel para uma forma digitalizada, aumentando-se a rastreabilidade de todos os circuitos. A tramitação externa será também digital e melhorará a capacidade e qualidade de resposta permitindo centralizar a gestão das respostas e contatos com o cidadão – na gestão das reclamações, por exemplo.
Mas, mais do que apenas ligar as unidades prestadoras de cuidados de saúde primários à sede, este projeto visa ainda criar uma nova dinâmica entre as instituições do sector da saúde garantindo que a informação administrativa tramita entre a Administração Regional e Central, enriquecendo um modelo que passa a ser compreendido da mesma forma por todos que o utilizam, permitindo também obter ganhos económicos, contribuindo para a redução de custos.
Voltar
RSE - Area Cidadão