Unidade Móveis (acesso grupos vulneráveis)

A prestação de cuidados de saúde em Unidades Móveis tem vindo a ser disponibilizada desde 1994 no distrito de Lisboa em locais identificados como bolsas de pobreza, onde existem grupos populacionais específicos com dificuldades na acessibilidade aos cuidados de saúde. A utilização de Unidades Móveis tem facultado a aproximação à comunidade, permitindo uma resposta mais adequada às necessidades reais para além de facultar o trabalho interinstitucional.

As Unidades Móveis são uma porta de entrada para o Serviço Nacional de Saúde e disponibilizam um serviço de aconselhamento, orientação, encaminhamento e acompanhamento em situações de:

· Pouca acessibilidade aos cuidados de saúde de uma forma global
· Mulheres em idade fértil sem vigilância de Planeamento Familiar
· Grávidas não vigiadas
· Crianças com menos de 6 anos sem vigilância de Saúde Infantil
· Vacinação a crianças com menos de 14 anos com o PNV em atraso
· Adolescentes/Jovens e adultos em risco
· Tuberculose pulmonar e outras Doenças Transmissíveis
· Toxicodependência
· Alcoolismo
· Teste rápido de VIH/SIDA