PO Alentejo 2020

Designação do projeto |Unidade de Saúde de Chamusca

Código do projeto |ALT20-06-4842-FEDER-000019

Objetivo principal |Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção | NUTS II – Alentejo, NUTS III – Lezíria do Tejo, Concelho: Chamusca

Entidade beneficiária |Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação |10-08-2017

Data de início |02-05-2017

Data de conclusão |28-12-2018

Custo total elegível |1.144.833,56€

Apoio financeiro da União Europeia |FEDER 973.108,53€

Apoio financeiro público nacional/regional |171.125,03€

Objetivos, atividades e resultados esperados: A operação visa a construção da Nova Unidade de Saúde de Chamusca, de modo a permitir alargar a oferta de serviços de saúde às populações.

 

 

Designação do projeto |Reforço de capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria da ARSLVT

Código do projeto |ALT20-06-4842-FEDER-000002

Objetivo principal |Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção |NUTS II – Alentejo, NUTS III – Leziria do Tejo, Concelhos: Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém

Entidade beneficiária |Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação |29-03-2016

Data de início |01-04-2016

Data de conclusão |30-04-2018

Custo total elegível |1.033.921.40€

Apoio financeiro da União Europeia |FEDER 878.833,19€

Apoio financeiro público nacional/regional |155.088,21€

Objetivos, atividades e resultados esperados: Reforço da capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no ACES Lezíria, mediante a melhoria e abrangência do rastreio da tuberculose e outras doenças pulmonares, o rastreio da retinopatia diabética, a melhoria da capacidade de resposta no âmbito dos Cuidados na Comunidade, a implementação de meios de desfibrilhação automática e a melhoria das condições globais de atendimento e acolhimento nas unidades de saúde.

 

Designação do projeto |Requalificação da Unidade de Saúde Familiar de Samora Correia (Benavente)

Código do projeto |ALT20-06-4842-FEDER-000018

Objetivo principal |Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Região de intervenção | NUTS II – Alentejo, NUTS III – Lezíria do Tejo, Concelho: Benavente

Entidade beneficiária | Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Data da aprovação |10-08-2017 – Reprogramação temporal e financeira 03-12-2018

Data de início |02-05-2017

Data de conclusão |31-12-2019

Custo total elegível |862.824,95€

Apoio financeiro da União Europeia |FEDER 733.401,21€

Apoio financeiro público nacional/regional |129.423,74€

Objetivos, atividades e resultados esperados: A operação visa a requalificação da Unidade de saúde Familiar de Samora Correia (Benavente), que ocupa um edifício de 2 pisos, através da ampliação e remodelação das suas instalações, de modo a permitir alargar a oferta de serviços de saúde às populações. 

 

Concurso- Investimentos na área dos equipamentos sociais e da saúde

Eixo Prioritário – Coesão Social e Inclusão

Objetivo temático - Promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação

Designação  - Investimentos na saúde e nas infraestruturas sociais que contribuam para o desenvolvimento nacional, regional e local, a redução das desigualdades de saúde, a promoção da inclusão social através da melhoria do acesso aos serviços sociais, culturais e recreativos, e da transição dos serviços institucionais para os serviços de base comunitária;

Identificação da Operação:

Designação: Reforço da capacitação e qualidade na prestação de cuidados de saúde primários no Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.

Operação : ALT20-06-4842-FEDER-000002

Estado: Em curso

Investimento elegível: 1 033 921,40 €

Contribuição Comunitária: 878 833,19 €

Elegível Executado :

Fundo Executado :

Descrição da operação: Através da presente operação pretendem-se reforçar dois eixos de intervenção. No 1º eixo de intervenção, pretende-se melhorar os cuidados de saúde prestados aos utentes, mediante o reforço da proximidade e a melhoria da resposta integrada e inovadora às necessidades e características da população. No 2º eixo, pretende-se melhorar o desempenho e qualidade, através da implementação de soluções integradas para a modernização e desenvolvimento, alargamento nos serviços de proximidade prestados.