Centro Hospitalar do Médio Tejo, E.P.E.

Chmt 3 unidades 2014 1 690 400

Orgãos de Gestão

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

Presidente: Carlos Manuel Pereira Andrade Costa

Vogal Executivo: Carlos Gil

Vogal Executivo: Bruno Miguel dos Santos Ferreira

Diretora Clínica: Cristina Maria de Castro Gonçalves Horta Marques

Enfermeiro Diretor: Nelson Paulino da Silva

 

Unidades Hospitalares

  • Hospital Doutor Manoel Constâncio - Abrantes
  • Hospital Nossa Senhora da Graça - Tomar
  • Hospital Rainha Santa Isabel - Torres Novas

Caracterização

Visão, Missão e Valores

- Visão
O Centro Hospitalar pretende ser conhecido como um Centro Hospitalar de referência na prestação de cuidados de saúde, com especialidades diferenciadas, apostando no desenvolvimento de serviços eficientes e inovadores com uma gestão adequada dos recursos, sempre com o objetivo de atingir a satisfação dos seus utentes/clientes.

- Missão
Prestar cuidados de saúde diferenciados, com eficiência e qualidade, em articulação com outros serviços de saúde e sociais da comunidade, a custos comportáveis, assumindo-se como um Centro de elevada competência na organização e prestação assistencial, uma referência no esforço de investigação, desenvolvimento e inovação, promovendo a complementaridade entre as suas três Unidades Hospitalares.

- Valores
No desenvolvimento sustentado da sua atividade, o Centro Hospitalar do Médio Tejo, E.P.E. tem como base os seguintes valores essenciais:

- QUALIDADE, procurando obter os melhores resultados e níveis de serviço na prestação de cuidados, tendo como base a satisfação das necessidades da comunidade, assumindo o princípio da melhoria contínua e promovendo a cooperação entre os diferentes Serviços;
- ÉTICA e INTEGRIDADE, orientando as ações tomadas segundo os mais nobres princípios de conduta nas relações com os doentes e profissionais do Centro;
RESPEITO PELOS DIREITOS INDIVIDUAIS, assumindo o compromisso de salvaguardar a dignidade e o bem-estar de cada indivíduo;
- COMPETÊNCIA e INOVAÇÃO, promovendo o desenvolvimento dos profissionais e a implementação de novas soluções que permitam assegurar a prestação dos melhores cuidados de saúde.
Assim, pretende revitalizar a sua dinâmica, centrando a atividade nas necessidades do cidadão e na melhoria dos cuidados prestados.

Enquadramento na Região
O Centro Hospitalar do Médio Tejo integra as Unidades de Abrantes, Tomar e Torres Novas, inauguradas em 1985, 2003, e 2000, respetivamente.

O Médio Tejo tem vindo a ser objeto de um complexo processo de reengenharia hospitalar desde 1996, o qual passou pela constituição do Grupo Hospitalar em 1999, transformado em Centro Hospitalar segundo o modelo público tradicional em 2001, evoluindo em finais de 2002 para Sociedade Anónima, de capitais exclusivamente públicos, criado pelo Decreto-Lei n.º 301/2002, de 11 de dezembro, e passando a Entidade Pública Empresarial a 31 de dezembro de 2005, com o Decreto-Lei n.º 233/2005, de 29 de dezembro.

A criação do CHMT tem por base um modelo de integração horizontal dos cuidados de saúde hospitalares da região do Médio Tejo. Um projeto de integração leva anos a concretizar, e, como tal, a surtir efeitos nas culturas das organizações e nos métodos e processos de trabalho, ao ponto de conseguir um impacto visível no nível de cuidados prestados.

O CHMT distribui-se por três edifícios hospitalares com uma distância entre si de 30 a 35 km.

Relatórios

Contratos Programa

Av. Xanana Gusmão, Apartado 45

2350-754 TORRES NOVAS

 

TUT - Transportes Urbanos Torrejanos

249810100
241363211

241360700-Tel.Geral-UnidadedeAbrantes
249320100-Tel.Geral-UnidadedeTomar
241360733-SecretariadodaDirecçãodeUnidadedeAbrantes
249320101-SecretariadodaDirecçãodeUnidadedeTomar