Novas Unidades Saúde 2020

USF de Cortes d’Almeirim, ACES Lezíria

Data de inauguração: 24/02/2020

Capacidade: 12.611 utentes

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Almeirim

Financiamento: Investimento no valor aproximado de 40.000 €, dos quais 30.000€ pela Câmara Municipal de Almeirim e 10.000€ pela ARSLVT.

Cortes d’Almeirim: a 1ª USF de 2020 na Região

29 Janeiro 2020

O Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, assinalou o início de atividade de mais uma Unidade de Saúde Familiar (USF) da ARSLVT – a USF Cortes d’Almeirim. A cerimónia decorreu a 24 de janeiro, no centro de saúde local, que ali viu “nascer” a primeira USF de 2020 em Lisboa e Vale do Tejo. No evento também estiveram participaram Pedro Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal de Almeirim, Carlos Ferreira, Diretor Executivo do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Lezíria, e Mariana Salgado, Coordenadora da unidade. Com a criação desta USF, cerca de 2.000 utentes passam a ter médico de família.

Aumentar a acessibilidade e satisfação dos utentes, prestando cuidados de saúde de qualidade são os objetivos que presidiram à constituição da USF Cortes d´Almeirim. Composta por 6 médicos, 7 enfermeiros e 7 assistentes técnicos, a USF está a dar resposta a 12.600 utentes, sendo que em fevereiro passará a contar com mais um especialista em Medicina Geral e Familiar.

Luís Pisco destacou o facto de esta ser a primeira USF no concelho de Almeirim e de ser a primeira USF da Região a ser lançada em 2020. Parabenizando a equipa e elogiando a colaboração com o município, o Presidente da ARSLVT salientou que “além do cumprimento das tarefas constantes da carta de compromisso, os profissionais da USF vão desenvolver consultas multiprofissionais de cessação tabágica e de cuidados podológicos.                           

Por sua vez, Pedro Ribeiro salientou o apoio do município ao setor da Saúde, procurando dar um contributo efetivo aos anseios da população em matéria de Cuidados de Saúde Primários.

Palavras de imensa gratidão e apreço foram transmitidas por Mariana Salgado, Coordenadora da USF Cortes d’Almeirim, aos colegas de equipa e da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Almeirim. Os agradecimentos foram igualmente dirigidos à direção do ACES, ARSLVT e da Câmara Municipal.

A equipa da USF Cortes d’Almeirim está, desde a semana passada, a assegurar a prestação de cuidados de saúde aos utentes inscritos nas unidades de Fazendas de Almeirim, Paços dos Negros e Marianos, deslocando-se a essas localidades. Além disso, a USF abrange utentes que estavam inscritos na Unidade de Cuidados Personalizados (UCSP) de Almeirim, sendo que 2.000 desses utentes não tinham médico de família atribuído.
A cerimónia de 24 de janeiro também incluiu a assinatura de um protocolo entre a ARSLVT e a Câmara Municipal de Almeirim para a cedência de uma viatura por parte do município à USF Cortes d’Almeirim

A colaboração com aquela edilidade ribatejana estende-se à pequena remodelação do espaço agora ocupado pela USF no edifício do Centro de Saúde de Almeirim. As instalações da USF são compostas por 7 gabinetes de consulta médica, 5 gabinetes de enfermagem e 2 salas de tratamento. Estima-se que em breve a unidade passe a ter consultas de Medicina Dentária.

Na sessão também esteve presente Nuno Venade, Vogal do Conselho Diretivo da ARSLVT, e Eunice Carrapiço, Coordenadora da Equipa Regional de Apoio (ERA) aos Cuidados de Saúde Primários da ARSLVT, entre outras individualidades.

Gabinete de Comunicação ARSLVT       

Descubra as notícias desta inauguração no Portal Jornal Médico e Rede Regional



Unidade de Saúde do Areeiro, ACES Lisboa Central

usf areeiro

Intervenção: Remodelação (nova)

Data de inauguração: 17/02/2020

Capacidade: 10.500 utentes

Área bruta: 738 m2 

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Lisboa

Financiamento: Câmara Municipal de Lisboa (100%)

Ministério e Câmara de Lisboa lançam duas novas unidades de saúde e inauguram USF do Areeiro

18 fevereiro 2020

A Ministra da Saúde, Marta Temido, e o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, dedicaram a manhã de 17 de fevereiro à renovação de instalações nos Cuidados de Saúde Primários da cidade: na Alta de Lisboa e no Alto dos Moinhos foram lançadas as primeiras pedras de dois novos edifícios. Nas Olaias, foi inauguradas as instalações da Unidade de Saúde Familiar (USF) Areeiro. Luís Pisco e Nuno Venade, Presidente e Vogal da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) participaram nas cerimónias.

A manhã começou com o lançamento da primeira pedra do edifício que no futuro irá alojar a futura Unidade de Saúde Familiar (USF) da Alta de Lisboa.
Este equipamento, que deverá estar concluído no prazo de ano e meio, irá beneficiar cerca de 30.400 utentes, atualmente inscritos nas unidades de cuidados de saúde personalizados da Charneca e do Lumiar.

A nova unidade de saúde, que representa um investimento de 3,3 milhões de euros, ocupa uma área bruta de 1.875 m2 e será dotada de 20 gabinetes de consulta, 8 gabinetes de Enfermagem, 4 salas de tratamento, 6 salas de exames/polivalentes e uma sala de saúde oral.

Seguiu-se o lançamento da primeira pedra do edifício que vai alojar a já existente USF das Tílias, no Alto dos Moinhos. Na cerimónia, Marta Temido salientou a aposta do Ministério da Saúde e da Câmara Municipal de Lisboa em fornecer melhores instalações e em criar respostas de cuidados de saúde complementares como de saúde oral, visual e de nutrição. Isto ao mesmo tempo que “vamos ter mais médicos e enfermeiros de família”.

A nova unidade vai dar resposta a cerca de 15.200 utentes de S. Domingos de Benfica, ocupando uma área bruta de construção de 1.240 m2. Terá 10 gabinetes médicos, 4 gabinetes de Enfermagem, 2 salas de tratamento, 4 salas de exames, 1 sala de Saúde Oral e 1 sala de movimento.

A manhã terminou com a inauguração da USF Areeiro, a funcionar no edifício dos Serviços Social da CML, nas Olaias, desde 10 de dezembro de 2019. A USF dá resposta a cerca de 10.500 mil utentes, maioritariamente oriundos do Areeiro e de Arroios e até então inscritos na UCSP da Alameda.

A nova unidade de saúde, financiada a 100% pela Câmara Municipal de Lisboa, ocupa uma área bruta de 945 m2 e abrange seis gabinetes médicos, um gabinete de Enfermagem, duas salas de tratamento e uma sala de saúde de movimento. Da nova USF fazem parte sete médicos de família, seis enfermeiros e três assistentes técnicos.

Gabinete de Comunicação ARSLVT



USF de Alvalade, ACES Lisboa Norte

Data de inauguração: 09/10/2020

Capacidade: 17.000 utentes

USF Alvalade inaugurada pela Ministra da Saúde

12 Outubro 2020

Marta Temido, Ministra da saúde, inaugurou, a 9 de outubro, a Unidade de Saúde Familiar (USF) Alvalade, a mais recente equipa da cidade de Lisboa que vai servir uma população de 17.000 utentes – abrangendo assim os cerca de 4.000 que até agora não tinham médico de família. Além de Luís Pisco, Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), e de Eunice Carrapiço, Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Lisboa Norte, também esteve presente Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

A melhoria contínua da prestação de cuidados de saúde às famílias nas diferentes fases da vida, garantindo a acessibilidade, a globalidade, a qualidade e a continuidade dos mesmos é a missão da nova USF do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Lisboa Norte que passou a funcionar nas instalações do Centro de Saúde de Alvalade – Parque de Saúde de Lisboa.

Composta por 10 médicos, 10 enfermeiros e 5 assistentes técnicos, a unidade vai servir uma população de 17.000 utentes – abrangendo assim os cerca de 4.000 que até agora não tinham médico de família.

A USF Alvalade vai funcionar todos os dias úteis, entre as 8 e as 20 horas, nas instalações da até agora Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Alvalade.

A USF Alvalade resulta de um desafio aceite pelos profissionais da anterior UCSP. Ao adotar um novo paradigma de organização, a USF pretende melhorar a acessibilidade, a gestão da saúde, a gestão da doença e a eficiência dos cuidados, bem como potenciar as aptidões e competências de cada grupo profissional e de cada um dos seus elementos.

A USF Alvalade está integrada no ACES Lisboa Norte, que passa assim a contar com 9 Unidades de Saúde Familiar (USF), 4 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), 3 Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC), 1 Unidade de Saúde Pública (USP), 1 Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP). Este ACES dá resposta a um total de 267.291 utentes.        

Gabinete de Comunicação ARSLVT



Unidade de Saúde Fonte de Água, ACES Cascais

Intervenção: Remodelação interior

Data de inauguração: 19/10/2020

Capacidade: 8.500 utentes

Área bruta: 2.544 m2

Promotor/Dono de obra: ARSLVT

Financiamento: 29.696€

USF Fonte de Água inicia atividade em Alcabideche

03 novembro 2020

A visita de Luís Pisco, Presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) ao Centro de Saúde de Alcabideche a 19 de outubro assinalou o lançamento da Unidade de Saúde Familiar (USF) Fonte de Água. A mais recente unidade funcional do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Cascais vai servir mais de 8.500 utentes.

Melhorar de forma contínua a prestação de cuidados de saúde às famílias nas diferentes fases da vida, garantindo a acessibilidade, a globalidade, a qualidade e a continuidade dos mesmos é a missão desta nova USF, coordenada por Sofia Oliveira Vale.

A assinalar o início de atividade desta equipa também estiveram Barbara de Carvalho e Isabel Pardal, Diretora Executiva e Presidente do Conselho Clínico e de Saúde do ACES Cascais, e Gonçalo Envia, Coordenador da Equipa Regional de Apoio (ERA) da ARSLVT.

Composta por 5 médicos, 5 enfermeiros e 2 assistentes técnicos, a USF Fonte de Água está já servir uma população de 8.595 utentes – abrangendo todos os utentes inscritos nas listas dos médicos que transitaram da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) local para a nova USF.

Desde que iniciou a sua atividade, a unidade já conseguiu dar médico de família a cerca de 900 utentes que não o tinham. Futuramente, estima-se que a equipa possa ser reforçada com dois médicos, dois enfermeiros e três secretários clínicos – e assim abranger a totalidade de utentes sem médico atribuído, bem como utentes sem equipa de família das áreas limítrofes de Alcabideche – num ganho assistencial previsto de 4.500 utentes aproximadamente.

A USF Fonte de Água funciona todos os dias úteis, entre as 8 e as 18 horas, nas instalações do Centro de Saúde de Alcabideche.

A USF Fonte de Água resulta de um desafio aceite pelos profissionais da anterior UCSP. Ao adotar um novo paradigma de organização, a USF pretende melhorar a acessibilidade, a gestão da saúde, a gestão da doença e a eficiência dos cuidados, bem como potenciar as aptidões e competências de cada grupo profissional e de cada um dos seus elementos.

Gabinete de Comunicação ARSLVT



Voltar
RSE - Area Cidadão