Novas Unidades Saúde 2021

Relato de inauguração da Unidade de Saúde Alta de Lisboa (ACES Lisboa Norte)

Data de inauguração: 22 de junho 2021

Capacidade: 30.400 utentes.

Área bruta de construção: 1.875 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Lisboa Financiamento: € 3.095.357,28; 50% cofinanciado pelo PO Lisboa 2020; Contrapartida pública nacional (50%) paga na totalidade pela Câmara Municipal de Lisboa.

Alta de Lisboa ganha nova USF

22 Junho 2021

Luís Pisco, Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), acompanhou hoje a Ministra da Saúde, Marta Temido, e o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, na inauguração da nova Unidade de Saúde Familiar (USF) da Alta de Lisboa, no Lumiar.

Esta nova USF insere-se no programa “Lisboa, SNS Mais Próximo”, e resulta de um protocolo firmado entre a ARSLVT e a Câmara Municipal de Lisboa que visa a construção de 14 centros de saúde.

“O Ministério da Saúde é um património de todos”, salientou Marta Temido, reconhecendo o investimento feito pela Câmara Municipal de Lisboa e acrescentando que a obra hoje inaugurada constitui “uma prova do que é o envolvimento das autarquias neste processo de construção de novas unidades de Cuidados de Saúde Primários”.

Segundo Eunice Carrapiço, Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de saúde (ACES) Lisboa Norte, esta nova unidade “é fundamental para a melhoria do acesso, das condições assistenciais, da qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, para o aumento da satisfação de utentes e profissionais de saúde”.

Esta nova unidade ocupa uma área bruta de 1875 m2, e dispõe de 20 gabinetes de consulta médica; 8 gabinetes de enfermagem; 4 salas de tratamento; 1 gabinete de saúde oral; 6 gabinetes de exames/polivalentes e 1 uma sala de movimento.

A USF Alta de Lisboa é composta por 16 médicos de Medicina Geral e Familiar, 16 enfermeiros, 12 assistentes técnicos, e 2 assistentes operacionais que vão prestar cuidados de saúde primários a cerca de 30.400 utentes.

O novo edifício vaiintegrar a nova Unidade de Saúde Familiar (USF) Alta de Lisboa– que substitui a antiga Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Charneca, que funcionava num edifício de habitação sem elevadores –, a Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) Lumiar +, a UCSP Santa Clara e parte da atual UCSP Lumiar, bem como alguns espaços (nomeadamente, gabinetes) para o funcionamento da Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados do respetivo Agrupamento de Centros de Saúde (ACES).

A nova unidade dispõe de um espaço físico com acessibilidade para todos os utentes, nomeadamente utentes com mobilidade reduzida, bem como de um ambiente físico atrativo para novos médicos especialistas, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e pessoal administrativo, uma vez que contempla amplos espaços para os gabinetes médicos, de enfermagem, salas de tratamento, apoio de psicólogo, serviço social e secretariado clínico.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde da Nazaré (ACES Oeste Norte)

Data de inauguração: 19.03.2021

Área bruta de construção: 186 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal da Nazaré

Financiamento: Valor total do investimento 1.329.458,65€ + IVA; POR CENTRO (85%); ARSLVT | 15%; Equipamento: 150.000,00 € + IVA (valor estimado); contrapartida nacional: 167.700€.

Nazaré recebe nova Unidade de Saúde

19 Março 2021

O Primeiro-Ministro, António Costa, e a Ministra da Saúde, Marta Temido, inauguraram esta sexta-feira, dia 19 de março, na Nazaré, a Unidade de Saúde da Nazaré, que contou com as presenças de Luís Pisco, Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), e Ana Pisco, Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte.

A cerimónia inaugural começou pelo descerramento da Placa, seguida de uma visita às instalações.

Na sua intervenção, António Costa referiu que estava «muito satisfeito», tendo acrescentado que o Governo está «com muita vontade de ir mais além, porque precisamos de ter mais centros como este. Esta USF significa o início de todos os outros centros que vamos construir ao longo do país. Não há bem maior do que a saúde».

Por sua vez, Marta Temido referiu que «é muito bom ter estes momentos para contrabalançar as dificuldades deste ano particularmente pesado» e que «a possibilidade de estar a assinalar uma inauguração aguardada há 40 anos é mais um passo do caminho do destino onde queremos chegar».

«Queremos contribuir para que os cuidados de saúde primários sejam a primeira resposta do Serviço Nacional de Saúde às populações: porque são próximos, porque têm respostas integradas e porque têm respostas que abrangem a família», concluiu, Marta Temido.

«É com enorme alegria que estamos, hoje, a inaugurar esta Unidade de Saúde. Havia, sem dúvida, que adequar a qualidade das instalações à qualidade dos cuidados prestados», foi assim que Ana Pisco, Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte iniciou a sua intervenção.

Ana Pisco referiu, também, que «por aqui irão passar certamente, os futuros médicos de família que nos ajudarão a manter um serviço nacional de saúde de qualidade, como tem ficado demonstrado ao longo deste último ano de pandemia»

Enquanto Diretora Executiva deste ACES, profissional de saúde e utente, é para mim uma honra partilhar com todos vós o enorme regozijo de participar num momento que ficará para sempre registado como um marco na melhoria da prestação de cuidados de saúde no município da Nazaré», concluiu».

Esta nova Unidade de Saúde, em funcionamento desde o passado dia 1 de fevereiro, substitui um edifício provisório, onde funcionavam duas USF. A construção desta nova unidade de saúde teve um investimento de €1.329.458,65, em que 85% cofinanciado pelo Plano Operacional Centro 2020 e 15% pela ARSLVT.

A nova unidade, com uma capacidade para 22.800 utentes, dispõe de um espaço físico com boas acessibilidades, nomeadamente utentes com mobilidade reduzida, bem como de um ambiente físico atrativo para novos médicos especialistas, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais e pessoal administrativo, uma vez que contempla amplos espaços para os gabinetes médicos, de enfermagem, salas de tratamento, apoio de psicólogo, serviço social e secretariado clínico. A nova unidade permitiu integrar num mesmo edifício várias unidades funcionais: uma Unidade de Saúde Familiar (USF Global), uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP), uma Unidade de Saúde Pública (USP), uma Equipa de Coordenação Local (ECL) para os Cuidados Continuados; Atendimento Complementar e a Direção do Internato Médico.

No seu conjunto, os recursos humanos afetos às unidades funcionais instaladas no novo edifício contam com 7 médicos; 8 médicos internos; 1 médico de saúde pública; 6 enfermeiros; 6 assistentes técnicas; 1 técnica de saúde ambiental e 1 assistente social.

 O Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte desenvolve as suas atribuições na área territorial correspondente aos Municípios de Alcobaça, Nazaré, Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche e Bombarral. É um ACES que abrange uma área geográfica correspondente a 1.056,7 km².

O ACES Oeste Norte é atualmente constituído por um total de 10 Unidades de Saúde Familiar (USF), 5 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), 3 Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC), 1 Unidade de Saúde Pública e 1 Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP), num total de 56 postos de atendimento.

Estiveram, ainda, na sessão de descerramento da placa de inauguração e visita às instalações, entre outras entidades, a Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa e a Presidente da CCDR Centro, Isabel Damasceno.



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Belas (ACES Sintra)

Data de inauguração: 25.04.2021

Capacidade: 11.400 utentes.

Área bruta de construção: 943 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Sintra

Financiamento: Valor da empreitada de construção: € 1.088.536,84 + IVA; 50% cofinanciado pelo PO Lisboa 2020; e o valor referente aos 50% da contrapartida pública nacional é financiado pela Câmara Municipal de Sintra.

Relato de inauguração da Unidade de Saúde de Algueirão – Mem Martins (ACES Sintra)

Data de inauguração: 25.04.2021

Área bruta de construção: 1.240 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Sintra

Financiamento: € 3.798.857,96 + IVA. Cofinanciado em 50% pelo PO Lisboa 2020; o valor referente aos 50% da contrapartida pública nacional (para a construção do novo edifício) é repartido da seguinte forma: 70% pela ARSLVT; e 30% pela Câmara Municipal de Sintra.

Primeiro-Ministro e Ministra da Saúde inauguram unidade em Algueirão-Mem Martins

27 Abril 2021

A Unidade de Saúde de Algueirão-Mem Martins – a maior do País, com capacidade para 62.000 utentes – foi inaugurada pelo Primeiro-Ministro, António Costa, e pela Ministra da Saúde, Marta Temido, no dia do 47º aniversário do 25 de abril. O evento, que foi mais um motivo de celebração da efeméride, assinalando-se as mais-valias do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para as conquistas em saúde da população. O Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) esteve representado por Luís Pisco e Nuno Venade. Maria Clara Pais, Diretora Executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Sintra, deu a conhecer o novo edifício.

A nova unidade de saúde, localizada no térreo da antiga fábrica da Messa, em Mem Martins, representa um investimento de aproximadamente 4 milhões de euros, financiados em 50% por fundos europeus e 50% pela ARSLVT (70%) e pela Câmara Municipal de Sintra (30%). Permite uma melhoria significativa ao nível da funcionalidade das instalações, mas também ao nível das condições de conforto para utentes e profissionais.

Basílio Horta, Presidente da Câmara Municipal de Sintra, também participou da cerimónia e salientou a importância de adaptar os edifícios dos centros de saúde às necessidades da população e dos profissionais. A parceria da edilidade com a ARSLVT tem resultado num forte investimento infraestrutural: nos últimos anos entraram em funcionamento quatro novas unidades de saúde em Queluz, Agualva, Almargem do Bispo e Sintra. Algueirão-Mem Martins é a quinta.

Dotada de 44 gabinetes médicos, 12 gabinetes de Enfermagem, oito salas de tratamento, oito gabinetes polivalentes, um gabinete de Saúde Oral e duas salas de reuniões, a Unidade de Saúde Algueirão-Mem Martins é a nova casa da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Algueirão e da Unidade de Saúde Familiar (USF) Natividade. Há ainda espaço para receber profissionais das unidades de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP), de Cuidados na Comunidade (UCC) e de Saúde Pública (USP) do ACES Sintra.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde de Santo Onofre (ACES Oeste Norte)

Data de inauguração: 15.05.2021

Capacidade: 15.200 utentes.

Área bruta de construção: 1.236 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Caldas da Rainha

Financiamento: Valor da obra adjudicado: € 1.581.033,16 + IVA; 85% cofinanciado pelo PO Centro 2020 e 15% pela ARSLVT.

António Lacerda Sales inaugura novo Centro de Saúde de Santo Onofre

19 Março 2021

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, inaugurou, hoje, 15 de maio, o novo Centro de Saúde de Santo Onofre, bem como a reabertura do Hospital Termal Rainha D. Leonor, nas Caldas da Rainha.

Estiveram também presentes na cerimónia o Presidente da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, Tinta Ferreira, a Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste, Elsa Baião, a Presidente do Conselho Clínico e da Saúde do ACES Oeste Norte, Marta Félix, entre outros.

Este novo Centro de Saúde permitiu a integração da Unidade de Saúde Familiar Rainha D. Leonor e da Unidade de Saúde Pública Zé Povinho, e presta cuidados primários de saúde de qualidade a uma população de 15.200 utentes.

A nova unidade de saúde representa um investimento de 1 milhão e quinhentos mil euros, sendo 85% cofinanciado pelo PO Centro 2020 e 15% pela ARSLVT, e dispõe de um espaço físico com acessibilidade para todos os utentes, nomeadamente utentes com mobilidade reduzida, bem como de um ambiente físico atrativo para novos médicos especialistas, enfermeiros e pessoal administrativo, uma vez que concilia amplos espaços para os gabinetes médicos, de enfermagem, saúde oral, salas de tratamento, serviço social e secretariado clínico.

António Sales agradeceu o contributo que a autarquia caldense tem dado ao Serviço Nacional de Saúde, tendo salientado que a política dos cuidados de saúde primários são uma prioridade. O Governante sublinho ainda que “a curto prazo queremos garantir que todos os portugueses têm acesso a médico de família”, e referiu que em 2020 o Governo reforçou os cuidados de saúde primários em 427 médicos especialistas em medicina geral e familiar, o que “permitiu atribuir médico de família a mais de 215 mil pessoas”.

Marta Félix, Presidente do Conselho Clínico e da Saúde do ACES Oeste Norte começou por parabenizar a equipa de profissionais que ali trabalha, enaltecendo o seu profissionalismo, entrega, dinamismo e resiliência.

Marta Félix mostrou-se orgulhosa por ver reconhecido o esforço dos profissionais que ali trabalham, tendo assinalado que o ACES Oeste Norte está no topo como um dos que tem melhor índice de desempenho na ARSLVT.

O Centro de Saúde de Santo Onofre tem uma área bruta de construção de 1236 m2, com 10 gabinetes de consulta médica; 3 gabinetes de enfermagem; 2 salas de tratamento; 1 gabinete de planeamento; 1 gabinete de saúde oral e 1 sala de movimento.



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Sobral – Ourém (ACES Médio Tejo)

Data de inauguração: 16.06.2021

Capacidade: 5.000 utentes.

Área bruta de construção: 207 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Ourém

Financiamento: Custo global deste equipamento de €175.513,53 + IVA. O projeto foi financiado pelo PO Centro 2020 em 85%, sendo 15% da contrapartida pública nacional financiada pela ARSLVT (até € 75.000,00).

SEAS inaugura obras de requalificação de quatro extensões de saúde no concelho de Ourém

16 junho 2021

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, inaugurou, hoje, 16 de junho, as obras de requalificação das extensões de saúde de Sobral, Vilar dos Prazeres, Alburitel e Olival.

“Estas novas instalações – integradas na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Ourém do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo – permitem a implementação de um modelo organizativo que melhora o acesso dos utentes aos cuidados de saúde primários das quatro localidades do concelho de Ourém, abrangendo cerca de 6.200 utentes”, disse o governante, após a última inauguração.

Lacerda Sales destacou ainda que “o investimento efetuado é fundamental não só para a melhoria do acesso, mas também das condições assistenciais, da qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, para o aumento da satisfação dos seus utilizadores e dos seus profissionais”.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Alburitel – Ourém (ACES Médio Tejo)

Alburitel

Data de inauguração: 16.06.2021

Capacidade: 5.000 utentes

Área bruta de construção: 245 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Ourém

Financiamento: Custo global deste equipamento de €222.500,00 + IVA. O projeto foi financiado pelo PO Centro 2020 em 85%, sendo 15% da contrapartida pública nacional financiada pela ARSLVT (até € 75.000,00).

SEAS inaugura obras de requalificação de quatro extensões de saúde no concelho de Ourém

16 junho 2021

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, inaugurou, hoje, 16 de junho, as obras de requalificação das extensões de saúde de Sobral, Vilar dos Prazeres, Alburitel e Olival.

“Estas novas instalações – integradas na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Ourém do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo – permitem a implementação de um modelo organizativo que melhora o acesso dos utentes aos cuidados de saúde primários das quatro localidades do concelho de Ourém, abrangendo cerca de 6.200 utentes”, disse o governante, após a última inauguração.

Lacerda Sales destacou ainda que “o investimento efetuado é fundamental não só para a melhoria do acesso, mas também das condições assistenciais, da qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, para o aumento da satisfação dos seus utilizadores e dos seus profissionais”.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Vilar dos Prazeres – Ourém (ACES Médio Tejo)

Vilar dos Prazeres

Data de inauguração: 16.06.2021

Capacidade: 5.000 utentes

Promotor/Dono de obra: ARSLVT

Financiamento: Valor total do investimento c/ IVA 111.300€; ARSLVT | 100%.

SEAS inaugura obras de requalificação de quatro extensões de saúde no concelho de Ourém

16 junho 2021

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, inaugurou, hoje, 16 de junho, as obras de requalificação das extensões de saúde de Sobral, Vilar dos Prazeres, Alburitel e Olival.

“Estas novas instalações – integradas na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Ourém do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo – permitem a implementação de um modelo organizativo que melhora o acesso dos utentes aos cuidados de saúde primários das quatro localidades do concelho de Ourém, abrangendo cerca de 6.200 utentes”, disse o governante, após a última inauguração.

Lacerda Sales destacou ainda que “o investimento efetuado é fundamental não só para a melhoria do acesso, mas também das condições assistenciais, da qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, para o aumento da satisfação dos seus utilizadores e dos seus profissionais”.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Olival – Ourém (ACES Médio Tejo)

Olival - Ourém

Data de inauguração: 16.06.2021

Capacidade: 5.000 utentes

Área bruta de construção: 330 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Ourém

Financiamento: Custo global deste equipamento de €309.900,00 + IVA. O projeto foi financiado pelo PO Centro 2020 em 85%, sendo 15% da contrapartida pública nacional financiada pela ARSLVT (até € 75.000,00).

SEAS inaugura obras de requalificação de quatro extensões de saúde no concelho de Ourém

16 junho 2021

O Secretário de Estado Adjunto da Saúde, António Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, inaugurou, hoje, 16 de junho, as obras de requalificação das extensões de saúde de Sobral, Vilar dos Prazeres, Alburitel e Olival.

“Estas novas instalações – integradas na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Ourém do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo – permitem a implementação de um modelo organizativo que melhora o acesso dos utentes aos cuidados de saúde primários das quatro localidades do concelho de Ourém, abrangendo cerca de 6.200 utentes”, disse o governante, após a última inauguração.

Lacerda Sales destacou ainda que “o investimento efetuado é fundamental não só para a melhoria do acesso, mas também das condições assistenciais, da qualidade dos serviços prestados e, consequentemente, para o aumento da satisfação dos seus utilizadores e dos seus profissionais”.


 



Relato de inauguração daUnidade de Saúde de Montalvo (ACES Médio Tejo)

Data de inauguração: 16.06.2021

Capacidade: 5.000 utentes.

Área bruta de construção: 186 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Constância

Financiamento: €146.850,39; a 100% pela Câmara Municipal de Constância.

SEAS visita as novas instalações da UCC Almourol e a nova extensão de Saúde de Montalvo

06 dezembro 2021

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, acompanhado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, visitou, hoje, 06 de dezembro, as duas novas Unidades de Saúde.

As novas instalações da Unidade Cuidados na Comunidade (UCC) Almourol serve uma população de cerca de 30.000 utentes no conjunto dos três concelhos (Vila Nova da Barquinha, Constância e Entroncamento).

A carteira de serviços da UCC é bastante vasta: ECCI (30 camas); saúde escolar em todas as suas vertentes, preparação para a parentalidade e recuperação pós parto; consulta de enfermagem de saúde mental; intervenção em grupo na comunidade em saúde mental; gestão do regime terapêutico no doente crónico; promoção de saúde na comunidade; núcleo de prevenção da violência em adultos (EPVA); núcleo de apoio a crianças e jovens em risco (NACJR). Participa ainda ativamente em vários grupos e projetos com os vários parceiros locais: NELI; CPCJ: CLAS; Conselho Geral dos vários Agrupamentos Escolares; Conselhos Municipais de Educação; Projeto Amas – Entroncamento.

A nova unidade de saúde de Montalvo, em funcionamento desde 9 de abril de 2021, resulta da adaptação do antigo edifício da escola do 1.º ciclo Dr. José Godinho, entretanto desativada. Esta nova unidade está integrada na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) Constância do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo, e vai prestar cuidados de saúde a toda a população da freguesia de Montalvo (cerca de 1.000 habitantes).

O investimento efetuado na nova unidade de Montalvo foi fundamental para a melhoria do acesso à prestação de cuidados de saúde, bem como das condições assistenciais e da qualidade dos serviços prestados, contribuindo para o aumento da satisfação dos utentes e profissionais de saúde.

Na sua intervenção Lacerda Sales referiu que “com estes novos equipamentos de saúde conseguimos melhorar o acesso à prestação de cuidados de saúde, melhorar as condições assistenciais, melhorar a qualidade dos serviços prestados, e aumentar a satisfação dos utentes e dos profissionais de saúde”, e concluiu dizendo que “ao investirmos nos cuidados de saúde primários promovemos a prestação de cuidados de saúde na ótica da promoção da saúde e da prevenção da doença, garantindo assim melhores ganhos em saúde”.


 



Relato de inauguração da Unidade de Saúde Alto dos Moinhos (ACES Lisboa Norte)

Data de inauguração: 18.06.2021

Capacidade: 15.200 utentes

Área bruta de construção: 1.240 m2

Promotor/Dono de obra: Câmara Municipal de Lisboa

Financiamento: € 1.757.296,65; financiada a 100% Câmara Municipal de Lisboa.

Luís Pisco e Fernando Medina visitam nova USF Alto dos Moinhos

02 julho 2021

Luís Pisco, Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e Fernando Medina, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa visitaram hoje a nova USF Alto dos Moinhos.

Acompanharam a visita a Vice-Presidente da ARSLVT, Laura Silveira, a Diretora Executiva do ACES Lisboas Norte, Eunice Carrapiço, o Vereador da CML, Manuel Grilo, entre outras individualidades.

Esta nova Unidade de Saúde irá prestar cuidados de saúde a cerca de 15.200 novos utentes e está equipada com gabinetes de consulta médica, de enfermagem, salas de tratamento e de exames, gabinete de saúde oral, serviços de apoio psicólogo e serviço social, terapia da fala e nutrição.

“É um orgulho para os Cuidados de Saúde Primários e para o Ministério da Saúde poder ter espaços como este – funcional e adequado – à prestação de cuidados de saúde”, referiu Luís Pisco. “Estou convicto de que agora será muito mais fácil atrair novos profissionais de saúde para a cidade de Lisboa”, concluiu o responsável da ARSLVT.

“Dentro de poucas semanas”, adiantou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, o edifício agora concluído “irá ficar ao serviço da comunidade”. “Estes novos equipamentos, com um conjunto de valências mais amplas, vão permitir que as pessoas procurem estas unidades deixando de ir às urgências”, afirmou o autarca.

O novo equipamento, com um investimento de 1,7 milhões de euros, é a mais recente unidade a entrar em funcionamento, no âmbito do programa Lisboa – SNS Mais Próximo, que envolve a colaboração da ARSLVT e da Câmara Municipal de Lisboa.


 



Voltar
RSE - Area Cidadão