Saúde Pública
SAÚDE PÚBLICA

Conheça a autoridade de saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Recrutamento
recrutamento

Descubra os Procedimentos Concursais a decorrer e venha trabalhar connosco

COVID-19
covid-19

Saiba mais sobre Centros de Vacinação, Centros de Teste, Voluntariado, entre outros

Inaugurada unidade de saúde de Santa Iria da Azóia

A Unidade de Saúde de Santa Iria da Azóia, em Loures, foi inaugurada a 7 de junho, por Marta Temido, Ministra da Saúde. A cerimónia contou com a presença de Luís Pisco e Nuno Venade, membros do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

 

A nova unidade, concretizada através de uma parceria entre a ARSLVT e a Câmara Municipal de Loures, está localizada no Bairro Terra de Frades, na União de Freguesias de Santa Iria de Azóia, S. João da Talha e Bobadela. Com um design agradável e funcional, permite o acesso a cuidados primários de saúde de qualidade a uma população de cerca de 21.000 utentes. O novo edifício integra a Unidade de Saúde Familiar (USF) Valflores, constituída em 2014 e a funcionar desde o início num prédio habitacional com espaços pouco adequados à prestação de cuidados de saúde. O edifício passou a ser a morada da Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP) do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Loures-Odivelas.

 

Inaugurada unidade de saúde de Santa Iria da Azóia

“O Serviço Nacional de Saúde tem procurado modernizar-se e esse esforço de modernização tem-se baseado naqueles a quem devemos praticamente tudo: nas autarquias, nas unidades de saúde que trabalham em proximidade para ajudar os serviços centrais, o governo, a executar”, destacou Marta Temido.Lembrando a importância do trabalho conjunto com o poder local, Marta Temido disse que “ainda há muito por fazer, muitas necessidades por cumprir”, mas, “se nos juntarmos e nos focarmos nas necessidades, seremos capazes de chegar lá”.

A Ministra da Saúde salientou, igualmente, a importância de envolver os utentes, que “com capacidade crítica, de utilizar bem os serviços de saúde e de influenciar os outros para comportamentos saudáveis” são também “agentes da sua própria saúde”.

Marta Temido salientou, ainda, a importância de instrumentos como o Plano de Recuperação e Resiliência e o Orçamento do Estado para 2022, para melhorar as respostas ao nível das infraestruturas e dos equipamentos e, em simultâneo, reforçar a política de recursos humanos.

Inaugurada unidade de saúde de Santa Iria da Azóia
Voltar
RSE - Area Cidadão