Banner do evento
Saúde Pública
SAÚDE PÚBLICA

Conheça a autoridade de saúde de Lisboa e Vale do Tejo

Recrutamento
recrutamento

Descubra os Procedimentos Concursais a decorrer e venha trabalhar connosco

CS Fora de Horas
Atendimento Complementar na Doença Aguda

Centros de Saúde Fora de Horas

Banner sites_SNS_44 ANOS_Portal SNS
banner-standard_1140-x-360_gripe 2023_6

CHMT avança com primeiro CRI na Ortopedia para acabar com listas de espera

A equipa multidisciplinar liderada por Amílcar Valverde traçou como objetivo acabar com a lista de espera cirúrgica em Ortopedia.

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) acaba de criar o primeiro Centro de Responsabilidade Integrado (CRI) da instituição, no âmbito da especialidade de Ortopedia – o CRI Orto. Mais cirurgias, mais primeiras consultas, mais consultas subsequentes, e para além de um maior acesso pelos utentes a cuidados da especialidade de Ortopedia, o primeiro CRI do CHMT inclui também mais inovação e desenvolvimento, para atrair e fixar mais profissionais de saúde na região.

A escolha do Serviço de Ortopedia para o primeiro CRI do CHMT, que foi contratualizado para o quadriénio 2023-2026, não é casual: a equipa multidisciplinar liderada por Amílcar Valverde, diretor de Serviço de Ortopedia e do CRI Orto, traçou como objetivo acabar com a lista de espera cirúrgica desta especialidade acima dos tempos médios de resposta garantida do Serviço Nacional de Saúde até ao final deste ano.

Em 2021, a resposta cirúrgica desta especialidade no Médio Tejo ascendia a mais de 468 dias e em apenas dois anos, ainda com as restrições da pandemia, a equipa do Serviço de Ortopedia do CHMT fez um notável trabalho em articulação com outras especialidades – entre as quais a Medicina Interna, a Anestesiologia e a Medicina Física e de Reabilitação –, para a recuperação da atividade e assistência aos utentes em lista de espera, nomeadamente através da criação da Unidade de Ortogeriatria em Abrantes. Trata-se, portanto, de um passo natural a especialidade de Ortopedia avançar para o CRI, o modelo de gestão que está a revolucionar o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“O CRI Orto vai aumentar a acessibilidade e melhorar os tempos de resposta do SNS, com autonomia, com a responsabilização dos profissionais na gestão dos recursos que asseguram o desenvolvimento das melhores práticas para o CHMT”, afirma Amílcar Valverde, Diretor de Serviço de Ortopedia e do CRI Orto.

Casimiro Ramos, Presidente do Conselho de Administração (PCA) do CHMT afirma: “Não podíamos estar mais entusiasmados com a contratualização, ainda em 2023, do primeiro Centro de Responsabilidade Integrado do CHMT. Este tipo de programa atrairá mais profissionais de saúde para a nossa instituição. Para as pessoas pode ser ainda um termo desconhecido e distante, mas para que entendam como é importante para melhorar o SNS resumo-o em poucas palavras: foco total no doente, nos resultados e na qualidade dos cuidados de saúde prestados.“

Fonte: CHMT

Amílcar Valverde (esqª) e Casimiro Ramos (dtª) assinam a contratualização do CRI Orto para o quadriénio 2023-2026
Voltar
RSE - Area Cidadão