Ministério e Câmara de Lisboa lançam duas novas unidades de saúde e inauguram USF do Areeiro

Pedras 1 690 400
18 Fevereiro 2020

 

A Ministra da Saúde, Marta Temido, e o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, dedicaram a manhã de 17 de fevereiro à renovação de instalações nos Cuidados de Saúde Primários da cidade: na Alta de Lisboa e no Alto dos Moinhos foram lançadas as primeiras pedras de dois novos edifícios. Nas Olaias, foi inauguradas as instalações da Unidade de Saúde Familiar (USF) Areeiro. Luís Pisco e Nuno Venade, Presidente e Vogal da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) participaram nas cerimónias.


 

A manhã começou com o lançamento da primeira pedra do edifício que no futuro irá alojar a futura Unidade de Saúde Familiar (USF) da Alta de Lisboa.
Este equipamento, que deverá estar concluído no prazo de ano e meio, irá beneficiar cerca de 30.400 utentes, atualmente inscritos nas unidades de cuidados de saúde personalizados da Charneca e do Lumiar.

 


A nova unidade de saúde, que representa um investimento de 3,3 milhões de euros, ocupa uma área bruta de 1.875 m2 e será dotada de 20 gabinetes de consulta, 8 gabinetes de Enfermagem, 4 salas de tratamento, 6 salas de exames/polivalentes e uma sala de saúde oral.

 

 

Seguiu-se o lançamento da primeira pedra do edifício que vai alojar a já existente USF das Tílias, no Alto dos Moinhos. Na cerimónia, Marta Temido salientou a aposta do Ministério da Saúde e da Câmara Municipal de Lisboa em fornecer melhores instalações e em criar respostas de cuidados de saúde complementares como de saúde oral, visual e de nutrição. Isto ao mesmo tempo que “vamos ter mais médicos e enfermeiros de família”.

 

 

A nova unidade vai dar resposta a cerca de 15.200 utentes de S. Domingos de Benfica, ocupando uma área bruta de construção de 1.240 m2. Terá 10 gabinetes médicos, 4 gabinetes de Enfermagem, 2 salas de tratamento, 4 salas de exames, 1 sala de Saúde Oral e 1 sala de movimento.

 

 

A manhã terminou com a inauguração da USF Areeiro, a funcionar no edifício dos Serviços Social da CML, nas Olaias, desde 10 de dezembro de 2019. A USF dá resposta a cerca de 10.500 mil utentes, maioritariamente oriundos do Areeiro e de Arroios e até então inscritos na UCSP da Alameda.

 


A nova unidade de saúde, financiada a 100% pela Câmara Municipal de Lisboa, ocupa uma área bruta de 945 m2 e abrange seis gabinetes médicos, um gabinete de Enfermagem, duas salas de tratamento e uma sala de saúde de movimento. Da nova USF fazem parte sete médicos de família, seis enfermeiros e três assistentes técnicos.