4 instituições hospitalares da Região assinam acordos para melhorar resposta a reclusos

Reclusos 0 1 690 400
24 Setembro 2019


O Hospital Distrital de Santarém (HDS) e os centros hospitalares de Lisboa Ocidental (CHLO), Oeste (CHO) e de Setúbal (CHS) assinaram, com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), um conjunto de acordos que visam uma maior integração da informação entre Saúde e Justiça. A assinatura dos protocolos ocorreu a 23 de setembro, na sede da SPMS, em Lisboa.


Com a assinatura destes acordos, a que assistiu Laura Silveira, Vice-presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), os estabelecimentos prisionais passam a ter acesso aos sistemas informáticos do Serviço Nacional de Saúde (SNS). Isso faz com que os profissionais de saúde da Justiça e da Saúde possam consultar dados e acrescentar informação durante a passagem do recluso no sistema prisional, passando esses dados a fazer parte do seu processo no SNS. 


Os acordos agora firmados por quatro instituições da Região de Lisboa e Vale do Tejo incluem também a vertente da telessaúde. Esta componente permitirá uma maior dinâmica entre equipas, maior rapidez nas respostas dadas, e redução das deslocações de clínicos e de reclusos.

Esta é mais uma etapa da cooperação entre hospitais, SPMS e DGRSP com o intuito de melhorar a prestação de cuidados de saúde à população reclusa. Na cerimónia estiveram presentes responsáveis hospitalares de todo o País.