CHBM aumenta atividade assistencial no 1º semestre - mais consultas, cirurgias, sessões de Hospital de dia e partos

Chbm 1 690 400
04 Setembro 2019

 

O Centro Hospitalar Barreiro Montijo (CHBM) registou, no primeiro semestre de 2019, um crescimento nas principais linhas de atividade assistencial, tendo efetuado mais consultas, cirurgias, sessões de hospital de dia e mais partos. Registou, ainda, mais atendimentos na urgência, verificando-se a estabilização do número total de doentes internados. 
 
Entre janeiro e junho deste ano realizaram-se 113.736 consultas (médicas e não médicas), uma subida de 7,1% em comparação com igual período do ano passado. Nas consultas médicas efetuaram-se 23.738 consultas de primeira vez, 70.580 consultas subsequentes, num total de 94.318 consultas, o que representou um crescimento de 9,1%, 4,1% e 5,4% respetivamente, em comparação com igual período do ano passado.
 
Na área cirúrgica foram operados 4.294 doentes, mais 13,1% relativamente ao período homólogo, evolução bastante positiva verificada quer nas cirurgias convencionais, quer no ambulatório.
 
O CHBM continua assim a melhorar a acessibilidade dos utentes aos cuidados de saúde, concretamente nas áreas da consulta e cirurgia, onde se prossegue a redução dos tempos médios de espera, evolução esta que consolida os resultados obtidos nos últimos anos e que coloca o CHBM como Instituição cumpridora dos Tempos Máximos de Resposta Garantidos (TMRG) estabelecidos no Serviço Nacional de Saúde (SNS).
 
De referir que o tempo médio de espera para consulta em junho de 2018 era de 90,4 dias, sendo atualmente de 76,1 dias. Por seu turno, a lista de espera para cirurgia em junho de 2018 era de 142,4 dias, sendo atualmente de 121,7 dias. Também as sessões de Hospital de Dia aumentaram 6%, com 11.664 sessões registadas no primeiro semestre deste ano; e o número de partos subiu para 713 mais 2,9% do que no mesmo período do ano passado. Nos serviços de Urgência (geral, pediátrica, obstétrica e ginecológica, e básica) o número de atendimentos subiu 2,4%, com 78.091 atendimentos entre janeiro e junho do presente ano.