Digitalização na Saúde celebrada com dirigentes

Chave 1 1 690 400
20 Maio 2019


O auditório do Infarmed, em Lisboa, recebeu, na tarde de 17 de Maio, a sessão que assinalou a modernização administrativa na Saúde, com destaque para a chave móvel digital. O evento incluiu ainda a assinatura digital de um protocolo que contempla a criação de balcões de “Espaço Cidadão” em vários hospitais do País.

As administrações dos 16 hospitais e centros hospitalares da Região marcaram presença na sessão “Simplex+ Chave Móvel Digital na Saúde", tendo a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) sido representada por Laura Silveira, Vice-presidente da instituição. O Hospital Garcia de Orta será a primeira unidade da ARSLVT a avançar com a criação do balção “Espaço Cidadão”. Com esta iniciativa permite-se que, no contacto com serviços de saúde, o cidadão possa tratar de vários assuntos com os mais diversos organismos da Administração Pública – tudo tendo por base os serviços online.


Presente no evento, Marta Temido salientou a importância da digitalização na Saúde. “Os serviços de saúde são uma porta de entrada diária de muitas pessoas, com perfis muito distintos”. Por isso, “apelamos cada vez mais à relação das pessoas com os serviços de saúde através de instrumento digitais e é importante que isso possa ser apoiado face a quem tem menos ferramentas”. Segundo a governante, a Saúde é das áreas que tem tido “mais adesão” à vertente da digitalização.

Fazendo jus a essa constatação, o Ministério anunciou que o acesso ao Portal SNS passa a utilizar a chave móvel digital (ou cartão do cidadão), sendo o primeiro serviço público a condicionar a sua plataforma a este procedimento de autenticação.


Recorde-se que a chave móvel digital é um meio de autenticação que associa um número de telemóvel ao número de identificação civil, no caso de um cidadão português, ou ao número de passaporte, para um cidadão estrangeiro. Além de permitir o acesso a vários serviços públicos e privados com um código de certificação, a chave móvel digital também possibilita a assinatura digital de documentos em vários formatos, tudo eletronicamente e de forma segura. Esta valência estende-se aos dirigentes da Administração Pública, que assim poderão passar a utilizar a assinatura digital.


Segundo Mariana Vieira da Silva, Ministra da Presidência e Modernização Administrativa também presente na sessão, esta “é uma das medidas fundamentais do Simplex”, havendo já 500 mil pessoas que aderiram à chave móvel digital.


O evento contou ainda com a participação de Francisco Ramos, Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, e de Luís Goes Pinheiro, Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, entre outros.