Pequena Matilde nasce na USF AlphaMouro

Alphamouro 1 690 400
03 Abril 2019

 

Aqui fica o relato da boa-nova primaveril na USF AlphaMouro (ACES Sintra), a cargo da Enfª Ilda Gouveia e Dr. José Carlos Patrício. Parabéns à mamã, bebé e equipa de saúde!

Uma linda história da magia da Natureza…

A 21 de Março de 2019, cerca das 9h da manhã, um pequeno ser de 37 semanas de gestação, resolveu colocar à prova a capacidade de trabalho, a gestão de emoções, o trabalho em equipa e a tolerância a níveis infinitos de adrenalina da equipa de Saúde da USF AlphaMouro!

Tudo aconteceu quando, a futura mamã se dirigiu, por volta das 8:30h da manhã, à Unidade de Saúde Familiar com o filho mais velho de 12 anos, para marcação de consulta de doença aguda. Ao chegar teve ruptura de bolsa e uma vontade quase incontrolável de fazer esforços expulsivos.A funcionária da empresa de limpeza correu para a sala de tratamentos pedindo ajuda à enfermeira que aí se encontrava.

A utente foi levada para a sala de tratamentos e contactado o médico de família que prontamente se dirigiu à sala. Inicia-se a avaliação da situação clínica e eis a surpresa das surpresas! A bebé estava a caminho!

Prontamente, a equipa organiza-se e, espontaneamente, cada um assume um papel diferente mas fundamental para levar a bom porto este acontecimento quase inédito em Cuidados de Saúde Primários. Um dos elementos contacta o 112 e a colega especialista em Saúde Materna e Obstétrica. O médico de família equipa-se para o parto, uma enfermeira fica de apoio ao material e outra dá apoio psicológico à utente. E começa o grande momento, que tanto tinha de beleza como de apreensão…


Mas a natureza faz as suas maravilhas….e a Matilde ajudou, e muito bem! E assim surgiu um parto totalmente natural….. sem recurso a nenhuma analgesia, sem a tradicional posição de supina com apoio de perneiras, sem kit de parto, sem pantoff com luzes incandescentes. "Apenas" com pessoas a cuidar de pessoas! A maior prova da relação humana, da confiança nos outros, do amor…

A Matilde surpreendeu-nos com a sua vitalidade, a mãe surpreendeu-nos com o seu autocontrolo e nós, surpreendemo-nos com a capacidade de pôr em prática conhecimentos há muito arrumados numa gaveta, com pouco uso!

Foi tudo tão tranquilo, tão natural… houve contacto pele a pele e o bebé colocado à mama!

Estamos efetivamente de parabéns! Não porque fizemos o parto, mas sim porque somos profissionais de uma área tão desafiante e tão enriquecedora como os Cuidados de Saúde Primários!