Barreiro cria núcleo de intervenção integrada para pessoas sem-abrigo

Npisabarreiro 1 1 690 400
12 Fevereiro 2019

 

O município do Barreiro tem, desde a passada sexta-feira, 8 de fevereiro, um Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo (NPISA). O protocolo que formaliza esta iniciativa – que conta com a participação da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) – foi assinado no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Parque da Cidade daquela localidade.

 


A criação do NPISA do Barreiro é uma iniciativa que decorre da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo e caracteriza-se pela concertação de esforços não só de instituições oficiais como parceiros da sociedade civil. O seu objetivo major consiste na promoção das condições da autonomia e do exercício pleno da cidadania por parte da população em situação de sem-abrigo do município.


Sendo um dos signatários do protocolo, Luís Pisco, Presidente da ARSLVT, referiu “o forte empenho” da instituição neste modelo de identificação, estudo, intervenção e acompanhamento integrado de “um grupo populacional com características e necessidades muito próprias, onde a Saúde desempenha um papel estrutural”.


O dirigente expressou a sua plena convicção no sucesso do NPISA do Barreiro, recordando que este núcleo está em sintonia com dois dos quatro eixos do Plano Regional de Saúde da ARSLVT: o investimento na Saúde Mental e o desenvolvimento de parcerias com a sociedade civil.


Na sessão que assinalou a criação do NPISA do Barreiro também intervieram Maria Natividade Coelho, Diretora do Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal, e Frederico da Costa Rosa, Presidente da Câmara Municipal do Barreiro.

 


Além das entidades acima referidas, os signatários do protocolo são: Centro Hospitalar Barreiro Montijo EPE, Polícia de Segurança Pública – Comando Distrital de Setúbal, Rumo - Cooperativa de Solidariedade Social, Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, Centro Social e Paroquial de Santo André, CATICA - Centro Comunitário de Coina, NÓS - Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, Persona - Associação para a Promoção da Saúde Mental, CRIVA - Centro de Reformados e Idosos do Vale da Amoreira.


A acompanhar Luís Pisco esteve Laura Silveira, Vice-presidente da ARSLVT.