Doença dos Legionários

O programa “Doença dos Legionários. Conhecimento e Prevenção” tem vindo a desenvolver ao longo dos últimos anos, de acordo com as suas possibilidades, as actividades por nós consideradas adequadas em resposta à problemática que lhe deu origem, as quais se pautam pelos objectivos gerais enunciados por altura do início do programa em 2002, a saber:

• Melhorar as condições operacionais da actividade clínica desenvolvida nos estabelecimentos do S.N.S., no respeitante ao diagnóstico da doença dos legionários;
• Desenvolver a capacidade técnica dos serviços de saúde pública, de pesquisa e de apoio ao controlo de legionelas nas situações ambientais propiciadoras do aparecimento de casos de infecção humana, em particular da doença dos legionários;
• Aumentar os níveis de desempenho dos protagonistas sociais e empresariais, no respeitante às medidas conducentes à prevenção e à eliminação de nichos ambientais de risco favoráveis à proliferação de legionelas.

Neste sentido, é de realçar que a equipa regional do programa tem realizado e assegurado numerosas averiguações ambientais, nomeadamente em estabelecimentos hoteleiros e hospitalares mas também noutros tipos de instalações e de edifícios.

Igualmente, tem sido dado grande ênfase às acções de formação e à actividade pedagógica em geral, as quais constituem uma preocupação e uma aposta constantes do nosso desempenho.

 

DOCUMENTOS

Baseados na convicção de que o leitor ao consultar esta página, fundamentalmente, pretende obter informação técnico-científica, e querendo nós disponibilizar os saberes entretanto acumulados, optámos por apresentar neste microsite conteúdos que permitirão a aquisição e o aprofundamento de conhecimentos em várias vertentes que desta temática fazem parte. São o caso da apresentação em 45 diapositivos da Introdução aos Aspectos Epidemiológicos e Ambientais da Doença dos Legionários, do manual de boas práticas Prevenção nos Estabelecimentos Hoteleiros da Doença dos Legionários (versão de Junho de 2007) e da brochura Doença dos Legionários. Protocolo de Diagnóstico.

Ainda com o mesmo propósito informativo aconselha-se ao leitor interessado a consulta do protocolo do EWGLI (European Working Group for Legionella Infections) The European Guidelines for Control and Prevention of Travel Associated Legionnaires’ Disease.

Com o intuito de tornar mais acessível a prática dalgumas tarefas que presumivelmente não integram a rotina do dia-a-dia do leitor, apresentamos o texto Técnicas de Colheita de Amostras e os suportes para Registos de Determinações.

COORDENADOR DO GRUPO TÉCNICO: António Carlos Sousa Esteves