Observatório Regional de Saúde

 A Região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo tem agora à sua disposição este Observatório Regional de Saúde, o qual fornece o acesso a diversas bases de dados sobre assuntos prioritários em Saúde.

 

O Observatório Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo tem como objetivos:

1 - reforçar a cadeia de informação, através da integração do conhecimento existente sobre os fatores de risco e os seus efeitos na saúde, de forma a permitir uma melhor compreensão desta problemática;

2 - colmatar lacunas ao nível do conhecimento, através do reforço da investigação e identificação das questões emergentes;

3 - promover uma adequação das políticas e das estratégias, através de implementação de um planeamento estratégico consentâneo com uma atualização permanente das realidades em saúde;

4 - melhorar a comunicação, através da sensibilização, formação e educação dos profissionais e da população em geral, com vista a uma mais adequada comunicação do risco.

Somente através da disponibilização destes dados e do seu tratamento é possível elaborar Planos de Saúde, incluindo Programas e Projetos de Intervenção, suscetíveis de reduzirem a carga de doença na população da Região.

A Saúde é um capital adquirido à nascença, sendo um direito e um dever a necessidade de criar mecanismos para a sua rentabilização, os quais devem minimizar os fatores de risco que possam conduzir à redução desse capital. Sabe-se também que a saúde, quer a nível individual, quer comunitário, reflete muitas das medidas adotadas noutros sectores, sendo uma variável dependente do sistema social, económico e ambiental.

Ao estabelecer um quadro de causalidade entre a exposição a determinados fatores de risco e os seus efeitos adversos na saúde humana e ao identificar a incidência e a prevalência de patologias na população da Região e em certos grupos populacionais específicos, o Observatório Regional de Saúde permite fornecer a plataforma com base na qual é possível implementar medidas corretivas e planear respostas de antecipação aos desafios emergentes, estabelecendo políticas e linhas de atuação que maximizem predominantemente a ação preventiva, sem descurar a importância da ação curativa, atuando tão mais a montante das situações quanto possível.

Em última análise, o Observatório Regional de Saúde tem como desígnio melhorar a eficácia das políticas de prevenção, assim como o controlo e a redução de riscos para a saúde, promovendo a integração do conhecimento e a inovação e contribuindo para o desenvolvimento económico e social do país.

 

Perfis Regional de Saúde (PeRS) 2017 da Região de Lisboa e Vale do Tejo

 

Perfil Regional Saude LVT 2017

 

 

Perfis Locais de Saúde (PeLS) 2017 dos ACES da Região de Lisboa e Vale do Tejo

 

ACES Almada-Seixal

ACES Amadora

ACES Arco Ribeirinho

ACES Arrábida 

ACES Cascais 

ACES Estuário do Tejo

ACES Lezíria

ACES Lisboa Norte e ACES Lisboa Central

ACES Lisboa Oriental e Oeiras

ACES Loures-Odivelas

ACES Médio Tejo 

ACES Oeste Norte

ACES Oeste Sul

ACES Sintra

 

 

 

 

Perfil de Saúde e Seus Determinantes da Região de Lisboa e Vale do Tejo 2015

 

Volume 1               Volume 2    

 

Arquivo Histórico:

 

 O Perfil Ambiental da Região de Lisboa e Vale do Tejo.
A Mortalidade Infantil da Região de Lisboa e Vale do Tejo por ACES.
O Perfil de Saúde da Cidade de Lisboa.

A Leishmaniose visceral na Região de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (1999 -2009).