Plano Local de Saúde ACES de Cascais

Aces cascais 1 690 400
18 Dezembro 2015

Foi apresentado no dia 16 de dezembro, no Auditório da Casa das Histórias Paula Rego, o Plano Local de Saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Cascais. O Evento contou com a presença do Vice-Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Pisco, Diretor-Geral da Saúde, Francisco George e com o Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Ricardo Leite, tendo a sessão de encerramento ficado a cargo do Coordenador Nacional do Plano Nacional de Saúde, Rui Portugal.

Teve ainda lugar uma bonita homenagem à Professora Amélia Leitão, passando a USP do ACES de Cascais a designar-se doravante por Unidade de Saúde Pública Amélia Leitão. 


O Plano Local de Saúde de Cascais (PLSC), é um documento estratégico do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de apoio à gestão dos serviços de saúde e da comunidade e à tomada de decisão do Diretor Executivo do ACES, do Conselho Clínico e de Saúde (CCS), dos Coordenadores das Unidades Funcionais, dos Gestores de Programas e Projetos e do Conselho da Comunidade do ACES. Tem como finalidade contribuir para obtenção de ganhos em saúde e a melhoria do estado de saúde da população.

Como instrumento de gestão, integra e facilita a coordenação das diferentes instituições de saúde e parceiros sociais na comunidade, quantifica a mudança desejada com base nas necessidades identificadas e priorizadas, aponta caminhos mais eficazes, eficientes, efetivos e oportunos e clarifica os papéis dos cidadãos e dos diversos setores da sociedade na sua coparticipação ativa e corresponsabilização pela saúde da comunidade onde se inserem.

Baseado nestes pressupostos, o PLS de Cascais é o resultado de um compromisso social de interesses alargado entre os serviços de saúde e a sociedade civil do concelho, na medida em que promoveu a abertura do planeamento em saúde a todas as partes interessadas, bem como o seu envolvimento na elaboração e persecução do estabelecido, considerando as especificidades de cada grupo/comunidade/população.

 

O presente PLSC 2015-2017 pode ser visto e utilizado como um documento de trabalho aberto que convida à participação crítica e ativa dos restantes parceiros da “comunidade-concelho” de Cascais com papéis determinantes na “produção” da saúde local. O lançamento em 2015 da iniciativa “Fórum Concelhio para a Promoção da Saúde” em Cascais, pioneira e inovadora a nível nacional, é um exemplo das dinâmicas inovadoras que irão ser acolhidas neste processo.

O PLSC resulta da coordenação de esforços dos diferentes stakeholders envolvidos no processo de planeamento estratégico para a área da saúde no concelho de Cascais e decorre da identificação do Perfil de Saúde desta população. 

Este Plano tenta assim, traduzir o empenhamento das várias áreas da nossa organização na prossecução de um objetivo comum. Reforça, ainda, a colaboração externa de organizações formais e não formais da nossa comunidade, outros atores sociais e o próprio cidadão, como contributo decisivo na intervenção face aos determinantes da saúde, coresponsabilizando-os pela gestão de saúde individual e coletiva.

Desta forma, constitui-se como um documento estratégico suportado nos problemas de saúde prioritários do concelho, enquadrado no Plano Nacional de Saúde 2012-2016 e no Plano de Saúde da Região de Lisboa e Vale do Tejo. 

 

Ver Plano_Local_de_Saude_ACES_Cascais_2015-2017