ARSLVT e o Município de torres Vedras celebram protocolo para desenvolver projeto na área da saúde

Tv1 3625 1 690 400
12 Dezembro 2018

O Edifício Multisserviços da Câmara Municipal de Torres Vedras, foi o palco escolhido para a assinatura do protocolo entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), representada pelo seu mais alto dirigente, Luís Pisco, e o Município de Torres Vedras, representado pelo seu presidente Carlos Bernardes, que tem por objeto a criação da Academia de Mobilidade Torres Vedras Saudável (AMTVS). 

A AMTVS pretende fomentar a prática regular de exercício físico, melhorando a qualidade de vida e aumentando a mobilidade e funcionalidade da população abrangida. Esta Academia destina-se a todos os utentes do Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Sul, inscritos em qualquer unidade funcional do Centro de Saúde de Torres Vedras, com grau de dependência ligeira a moderada e patologias, designadamente, cardiovasculares, respiratórias, metabólicas, osteoarticulares, neurológicas, excesso de peso e depressão.

O acesso às atividades a desenvolver, que terão lugar nos ginásios das freguesias de Dois Portos e Runa, Ventosa e Ramalhal, é feito por referenciação do médico de família. Depois de traçado um plano de treino individual, os utentes participarão, semanalmente ou quinzenalmente, em ações de educação para a saúde, realizadas pelos enfermeiros da Unidade de Cuidados na Comunidade, e em três sessões semanais de exercício físico, com duração de 30 a 60 minutos. A cada três meses de permanência na AMTVS serão realizadas avaliações, com ajustes aos planos de treino e análise dos progressos. Decorridos seis meses sobre o início da atividade, será feita uma nova avaliação conducente à alta ou à permanência na Academia.