Assinado protocolo que cria UCC em Abrantes

Protocolouccabrantes 1 1 690 400
11 Dezembro 2018


Abrantes vai ter uma Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC), valência que deverá entrar em funcionamento em 2019, na antiga Casa de Saúde da cidade. Luís Pisco, Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e Maria do Céu Albuquerque, Presidente daquele município, assinaram esta segunda-feira, 10 de dezembro, um protocolo que permitirá disponibilizar à população abrantina a primeira UCC do concelho.

O protocolo prevê a cedência do espaço arrendado pela Câmara Municipal de Abrantes à ARSLVT, comprometendo-se esta última a instalar uma UCC que preste “cuidados de saúde e apoio psicológico e social de âmbito domiciliário e comunitário, especialmente às pessoas, famílias e grupos mais vulneráveis em situação de risco ou dependência física e funcional ou doença que requeira acompanhamento próximo”. Recorda-se ainda que uma UCC “atua ainda na educação para a saúde, na integração em redes de apoio à família e na implementação de unidades móveis de intervenção, nomeadamente dos grupos mais vulneráveis”.


Luís Pisco elogiou o “inexcedível” apoio concedido pelo município de Abrantes à área da Saúde, reconhecendo que só com esse empenho foi possível avançar para a concretização do objetivo de dotar o concelho de Abrantes de uma UCC.

O Presidente da ARSLVT salientou ainda que a reforma dos Cuidados de Saúde Primários também vai além das Unidade de Saúde Familiar (USF), passa também pela criação de UCC.


A futura UCC de Abrantes vai funcionar no âmbito de Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo, que, além de Abrantes, integra ainda os utentes dos concelhos de Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha.