Portugal Value Meeting quer ajudar a uma Saúde mais eficiente

Value 1 1 690 400
03 Dezembro 2018


Pela primeira vez, a Universidade Nova de Lisboa (UNL) organizou o Portugal Value Meeting for Health and Care¸um evento que procurou reunir peritos nacionais e internacionais na área do Value-based Health Care e melhorar a aplicação do conceito em Portugal. Luís Pisco, Presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), esteve na sessão de abertura em representação da Ministra da Saúde, sessão que decorreu a 29 de novembro, na Reitoria da UNL.


O dirigente máximo da ARSLVT recordou que 2006 foi o ano em que Michael Porter deu início a uma nova era na Saúde: a da “avaliação por resultados e pagamento por desempenho”. Com a crise económica que atingiu diversos países, a necessidade de sustentabilidade tornou-se ainda mais premente, com grande foco na “redução do desperdício e da variabilidade indesejada entre unidades de saúde”.

Mas Luís Pisco referiu que os conceitos estão a evoluir e que por isso é relevante que estes encontros se realizem, não só para partilhar o “estado da arte” nesta matéria, mas também para chegar a novas conclusões.


A sessão de abertura do Portugal Value Meeting for Health and Care contou ainda com as intervenções de José Fragata, Vice-reitor da Universidade Nova de Lisboa, e Pedro Pita Barros, Chair da Nova School of Business and Economics. O primeiro defendeu que “o resultado dos cuidados prestados deve gerar satisfação para o utente e ser economicamente sustentável”. O segundo lembrou que não há receitas mágicas, mas sim soluções adaptadas a cada instituição. E recordou que a UNL está empenhada em “ajudar as instituições a serem mais eficientes, mas também em produzir conhecimento com valor científico, preparando futuras gerações”.