ARSLVT promove atividade física e inclusão social para lisboetas com mais de 55 anos

Protocolo55 1 1 690 400
27 Novembro 2018


O átrio principal da Câmara Municipal de Lisboa (CML) teve, a 27 de novembro, um final de manhã animado: um grupo de idosos dançou e convidou a dançar vários participantes na cerimónia de assinatura do protocolo do programa “Lisboa +55”. Promover a atividade física e a inclusão social é o principal objetivo de uma iniciativa que conta com a colaboração da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

A demonstração do dinamismo e boa disposição do grupo de idosos precedeu a sessão oficial de assinatura do protocolo entre a CML, a ARSLVT, a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML).


Na cerimónia, Luís Pisco referiu os milhares de pessoas que em Portugal e na Europa morrem prematuramente devido ao consumo de tabaco, ao consumo de álcool, a hábitos alimentares pouco adequados e à falta de atividade física, bem como o impacto que as patologias crónicas têm na qualidade de vida dos que delas sofrem. Há ainda a considerar os “5,9 milhões de portugueses com excesso de peso, sendo que oito em cada 10 são idosos".


O Presidente da ARSLVT defendeu por isso que “é essencial o reforço de programas comunitários e integrados de promoção de estilos de vida saudáveis que aliem a prática de atividade física à alimentação saudável, assentes na literacia em saúde e capacitação dos cidadãos", como o “Lisboa +55”.

Este programa destina-se aos residentes da capital com 55 ou mais anos, é totalmente gratuito e é composto por três módulos - atividade física, nutrição e literacia em saúde/estilos de vida saudável. Os interessados podem inscrever-se nas juntas de freguesia da cidade ou nos clubes, associações e centros de dia parceiros do "Lisboa + 55". 

 



Felicitando todos os intervenientes envolvidos neste programa multissetorial, Luís Pisco recordou que “à ARSLVT caberá sobretudo o encaminhamento de utentes para o programa, bem como a colaboração na realização de sessões de literacia em saúde e estilos de vida saudáveis”.



Na assinatura do protocolo também participaram Manuel Grilo, Vereador da CML, Duarte Cordeiro, Vice-presidente da CML, Graça Freitas, Diretora-geral da Saúde, e Edmundo Martinho, Provedor da SCML.

Veja aqui o vídeo