ARSLVT e HFA - Polo de Lisboa firmam protocolo de cooperação sobre Plano de Contingência para as Temperaturas Extremas

Img 0019 1 690 400
20 Julho 2018

O presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Pisco e o Brigadeiro-General Médico, António Lopes Tomé, Diretor do Hospital das Forças Armadas (HFAR) - Polo de Lisboa, assinaram, hoje, 20 de julho, um protocolo de cooperação sobre o Plano de Contingência para as Temperaturas Extremas PCTE).

 
O Protocolo tem como principal objetivo regular os termos em que a ARSLVT e o HFAR se comprometem a cooperar durante o PCTE, estabelecendo as condições em que seerão realizados os internamentos de doentes agudos no HFAR por transferência de instituições hospitalares do SNS da área de intervenção da ARSLVT.
 

O âmbito de colaboração do presente protocolo assenta nos seguintes pressupostos:

a)      Podem ser transferidos para internamento no HFAR doentes com patologia médica, em fase aguda da doença, estáveis e sem outras intercorrências previsíveis e identificadas;

b)     Os doentes transferidos serão acompanhados de informação clínica, incluindo os meios complementares de diagnóstico realizados no episódio;

São atribuições da ARSLVT a coordenação e a implementação do presente protocolo, ativando os pedidos de disponibilidade para o internamento de doentes agudos no HFAR e, simultaneamente, identificar as instituições hospitalares da região que irão proceder à transferência de doentes.