Samora Correia é a primeira USF Acreditada no ACES Estuário do Tejo

Usf samoracorreia 1 1 690 400
10 Julho 2018

O Departamento da Qualidade na Saúde da Direção-Geral da Saúde (DGS) atribuiu à Unidade de Saúde Familiar (USF) Samora Correia o nível “Bom” no processo de acreditação que teve início em 2016 e terminou recentemente. Esta unidade tornou-se, assim, na primeira USF do ACES Estuário do Tejo a obter esta distinção.
A funcionar desde maio de 2008 e prestando cuidados a 16.608 habitantes dispersos numa área geográfica de 322,41 km², a USF Samora Correia possui uma equipa multidisciplinar composta por 9 médicos, 8 enfermeiros, 6 assistentes técnicos.

O processo de acreditação desenvolvido no âmbito do Programa @credita, da DGS e do ACSA International, da Andalusian Agency for Healtcare Quality, teve início com a fase de autoavaliação e análise interna, em maio de 2016. Durante a fase de autoavaliação, os diferentes grupos profissionais identificaram a sua posição face a cada um dos standards, determinaram os objetivos a alcançar e planificaram as ações necessárias para os atingir.

Todo o processo de acreditação teve como objetivo promover e garantir a qualidade e melhoria contínua dos serviços de saúde; assegurar que as funções de governação, coordenação e intervenção, centradas no doente, estão devidamente focadas no mesmo objetivo comum, com respeito pelas dimensões do acesso, segurança, equidade, adequação, oportunidade, continuidade e respeito pelo cidadão.

Finalizada a fase de autoavaliação, em Junho de 2017, seguiu-se a visita de avaliação externa, realizada por uma equipa de auditores qualificados pelo Programa de Cualificación de Evaluadores (PROCEV) da Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucía, programa esse acreditado pela International Society for Quality in HealthCare (ISQua).

O processo foi concluído em Janeiro de 2018 e a 1 de fevereiro de 2018 foi concedido a resolução de nível “Bom” pelo Comité do Departamento da Qualidade na Saúde da DGS.

A USF Samora Correia localiza-se num edifício inaugurado a 29 de julho de 1999, no centro da localidade que lhe dá nome. Esta USF tem por missão: “Prestar cuidados de saúde continuados, qualificados e humanizados a todos os utentes inscritos, integrados no seu núcleo familiar, mantendo o atendimento personalizado e a garantia de privacidade dos cidadãos; Trabalhar em equipa, pelo que neste momento todos os utentes inscritos na USF têm médico e enfermeiro de família; Promover a capacitação dos utentes na gestão da sua saúde; Prevenir, tratar e cuidar, acompanhando enquanto equipa os desenvolvimentos e a evolução científica; Promover a formação contínua dos profissionais da equipa, assim como a sua participação ativa na formação de novos profissionais.”