Sessão de Sensibilização em Migração e Saúde

Dsp1 1 690 400
15 Maio 2018

 Projeto «Promover a Integração através da Equidade em Saúde»

As implicações da migração na saúde pública, o impacto do processo migratório na saúde física e mental dos imigrantes e as principais dificuldades destes cidadãos no acesso e utilização dos serviços de saúde, foram alguns dos temas abordados na sessão de sensibilização em Migração e Saúde, no âmbito do Projeto «Promover a integração através da Equidade em Saúde». Participaram cerca de uma centena de profissionais que trabalham no atendimento de primeira linha à população imigrante, bem como médicos, enfermeiros, técnicos superiores de serviço social, técnicos superiores e psicólogos, dos 15 Agrupamentos Centros de Saúde (ACES) pertencentes à região de Lisboa e Vale do Tejo. Estas sessões decorreram de 7 a 10 de maio de 2018, na unidade de formação da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), em Lisboa.

O projeto «Promover a integração através da Equidade em Saúde» da OIM, em parceria com as cinco ARS e o ISCTE-IUL, cofinanciado pelo FAMI e DGS, visa garantir cuidados de saúde equitativos através de práticas eficazes junto dos serviços de saúde e das comunidades migrantes. Por outro lado, a Equidade em Saúde é operacionalizada através de uma atividade constituída por cinco grupos de trabalho multidisciplinares, correspondentes às cinco ARS parceiras. Tendo como objetivo a realização de 5 workshops de discussão, nos quais se pretende identificar boas práticas/lacunas dos cuidados de saúde primários, levando a tecer propostas concretas conducentes à mudança. A base de discussão será o documento do Standards de Equidade em saúde.

A sessão de abertura, contou com a presença da Marta Bronzin, Chefe de Missão da Organização Internacional para as Migrações (OIM) Portugal, Mário Durval, Diretor do Departamento de Saúde Pública da ARSLVT, Fernanda Silva, Coordenadora do Gabinete da Saúde do Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes de Lisboa, Susana Ferreira, Coordenadora de Projeto no âmbito da Migração em Saúde, Chiara Pussetti, Antropóloga Professora investigadora no Instituto de Ciências Sociais, Francesco Vacchiano, Antropólogo Investigador e Psicólogo Clinico no Instituto de Ciências, Maria João Martins Coordenadora da Unidade de Saúde Publica ACES Lisboa Central, e, Nuno Lopes, Delegado de Saúde Regional Adjunto da ARSLVT. A organização deste evento contou com a iniciativa do Departamento de Saúde Pública da ARSLVT.