Sintra inicia Rastreio de Retinopatia Diabética 2018

Rrd sintra1 1 690 400
14 Maio 2018

Os diabéticos do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Sintra estão desde hoje, 14 de maio, a participar na edição deste ano do Rastreio de Retinopatia Diabética (RRD), uma iniciativa promovida pela Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT). Cerca de 18.000 é o número de utentes convidados numa ação que decorrerá durante os próximos meses em várias Unidades do ACES Sintra.

Se é utente do ACES Sintra, possui diabetes tipo 1 ou 2, não fez uma retinografia há menos de um ano e não está a fazer tratamento para a retinopatia diabética, mantenha-se atento(a) à sua caixa de correio. A partir de agora poderá receber a convocatória a qualquer momento. O rastreio é totalmente gratuito.


A iniciativa está a atualmente a decorrer em Massamá, no edifício da Unidade de Saúde Familiar (USF) Mãe D’Água e USF Mactamã. Mas também vai passar pela USF Lápias (Pero Pinheiro), pela Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) da Terrugem, pela UCSP Algueirão (Mem-Martins) e pela UCSP Casal de Cambra.

Recorde-se que o RRD vai decorrer até dezembro em toda a Região e teve início em março, no ACES Lisboa Norte. Seguiram-se os ACES Lisboa Ocidental e Oeiras, Lisboa Central e Estuário do Tejo. Ainda este mês vai iniciar-se no ACES Loures-Odivelas, em Junho no ACES Cascais e no ACES Amadora.

Este é o terceiro ano consecutivo em que unidades da ARSLVT convidam os “seus” diabéticos a efetuar retinografias para despiste precoce da retinopatia, uma complicação comum da diabetes que pode levar à cegueira.

Estima-se que a doença seja identificada em cerca de 4,5% da população rastreada e os utentes serão encaminhados para o Hospital Fernando da Fonseca, para seguimento e tratamento, em tempo útil, nos casos aplicáveis.

O Instituto Oftalmológico Dr. Gama Pinto estabelece o diagnóstico e é por isso um parceiro fundamental da ARSLVT nesta iniciativa.

Veja aqui as notícias sobre este tema: