ARSLVT e Município de Torres Novas assinam protocolo para nova USF

Protocolotn 1 1 690 400
16 Abril 2018


A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e a Câmara Municipal de Torres Novas assinaram o acordo de cedência do espaço que vai alojar a futura Unidade de Saúde Familiar (USF) Cardilium no edifício do Mercado Municipal. A cerimónia de assinatura do protocolo aconteceu a 13 de abril, na Feira Social de Torres Novas que decorreu no Palácio dos Desportos.

O acordo estabelece que a Câmara Municipal de Torres Novas cede, a título gratuito, parte do edifício do Mercado Municipal à ARSLVT, destinando-se esse espaço à instalação da USF Cardilium, o que deverá ocorrer após obras de adaptação (a cargo do município) e equipamento da unidade (a cargo da ARSLVT).



Na cerimónia, Luís Pisco, Presidente da ARSLVT recordou que “somos hoje uma população envelhecida, com um baixo índice de fecundidade, que se depara com novos problemas de saúde. Também dos atuais estilos de vida revelam dinâmicas comportamentais associadas a fatores de risco. É por isso que esta estreita e agora renovada colaboração irá fazer a diferença para as 13.000 pessoas que poderão, num futuro próximo, usufruir das instalações e dos cuidados proporcionados pelos profissionais da USF Cardilium”.

Numa fase inicial a USF vai avançar com quatro médicos de família, quatro enfermeiras e quatro assistentes técnicas, mas poderá evoluir para oito médicos, oito enfermeiros e seis assistentes técnicas.


Ainda segundo o mesmo responsável, “ao ocupar parte daquele edifício icónico, próximo de transportes, comércio e serviços, a USF Cardilium irá certamente contribuir para a revitalização e dinamização da vida urbana de Torres Novas e para a obtenção de ganhos em saúde pela população de Assentiz, Brogueira, Chancelaria, Pedrógão, União das Freguesias de São Pedro, Lapas e Ribeira, União das Freguesias de Santa Maria, Salvador e Santiago”.

Por sua vez, Pedro Ferreira, Presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, salientou que com esta nova USF os cerca de 2 mil utentes ainda sem médico de família ficarão com clínico atribuído.


Esta assinatura foi mais uma etapa da cooperação entre a ARSLVT e a edilidade de Torres Novas, extremamente importante para oferecer condições dignas a utentes e profissionais de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Médio Tejo. Com um total de 238.793 utentes, este ACES tem por missão garantir a prestação de cuidados de saúde à população de 11 concelhos: Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha, numa área territorial de 2.706,10 Km².



O ACES Médio Tejo tem em funcionamento 9 Unidades de Saúde Familiar (USF), 10 Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) e 7 Unidades de Cuidados na Comunidade (UCC). Tem também uma Unidade de Saúde Pública (USP) e uma Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados (URAP).

Além da USF Cardilium, na Feira Social de Torres Novas a Saúde esteve representada pela Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) de Torres Novas e o Centro Hospitalar do Médio Tejo, bem como a Liga dos Amigos do Hospital de Torres Novas, entre outras entidades.