Curso sobre Auditoria Interna com recetividade muito positiva

Formacao1 1 690 400
26 Janeiro 2018

“O sistema de controlo interno é de todos” e é preciso sensibilizar as pessoas para esta realidade. A ideia defendida por António Baptista, responsável pelo Gabinete de Auditoria Interna (GAI) esteve na base do curso “Princípios para Planeamento de Auditoria” que decorreu na Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), a 23 e 24 de janeiro. A participação dos formandos excedeu as expetativas.

Esta foi a primeira ação de formação sobre auditoria interna, iniciativa promovida pela Academia de Formação em parceria com o GAI e que resulta de uma necessidade formativa plenamente identificada.

“É importante que as pessoas estejam sensibilizadas para esta área”, explica António Baptista. Tudo para que “todos façam parte de um sistema que mitiga erros e desperdícios”, tornando o funcionamento da ARSLVT “mais eficaz e eficiente”.


Foi por isso que o grupo de 20 formandos se pautou pela heterogeneidade. Além de médicos e farmacêuticos, estiveram presentes juristas, administradores hospitalares, gestores e outros profissionais da ARSLVT. Metade das vagas foram destinadas a profissionais de vários Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS) da região e os restantes lugares foram preenchidos por especialistas dos departamentos de Recursos Humanos, Planeamento e Contratualização, Gestão e Administração Geral, da Unidade de Gestão Financeira, Gabinete Jurídico e do Cidadão e pela Unidade Orgânica Funcional de Farmácia.

O curso abordou as noções sobre controlo interno e as diferentes fases de uma auditoria.

De acordo com Regina Sequeira Carlos, responsável pela Academia de Formação, a recetividade a esta ação foi muito boa, o que se traduziu numa “avaliação bastante positiva por parte dos formandos”.

Este curso terá continuidade com uma segunda edição que será anunciada em breve.