Inauguração do novo Centro de Saúde de Mafra Leste

Img 6313 1 690 400
09 Outubro 2017

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e a presidente do Conselho Diretivo da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Rosa Valente de Matos, inauguraram hoje, dia 9 de outubro, o novo Centro de Saúde de Mafra Leste, que acolhe a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Mafra Leste e que está preparado para servir cerca de 30 mil utentes.

A inauguração contou também com o vice-presidente da ARSLVT, Luís Pisco, e com os vogais Nuno Venade e Rui Vieira, entre outros elementos da equipa da ARSLVT envolvidos no projeto da nova unidade.

A cerimónia começou com um discurso do presidente da Câmara Municipal de Mafra, Hélder Sousa Silva, que afirmou que a nova unidade é “absolutamente crucial” para o concelho, salientando ainda que “representa uma aplicação da capacidade de resposta” dos cuidados de saúde primários.

Por seu lado, o Ministro da Saúde destacou que o novo Centro de Saúde “resulta de uma política de proximidade em que o poder central e o poder local se juntam”. “Acreditamos que o sistema de saúde se realiza na proximidade, junto das pessoas, junto dos bairros”, acrescentou, lembrando ainda que, até 2019, vão abrir mais de 80 centros de saúde em todo o País.

Num comunicado a propósito da inauguração, a presidente da ARSLVT já tinha adiantado que “a nova Unidade de Mafra Leste é o resultado de uma parceria de excelência com o Município de Mafra, que permitirá prestar melhores cuidados de saúde de proximidade à população de 3 freguesias: União de Freguesias de Malveira e São Miguel de Alcainça, União de Freguesias de Venda do Pinheiro e Santo Estêvão das Galés e Freguesia do Milharado”.

Rosa Valente de Matos destacou que “o novo edifício, de excelente qualidade, possibilitará uma nova dinâmica de trabalho aos profissionais, que se traduz num alargamento do horário de funcionamento, em benefício da população abrangida”. O Centro de Saúde funcionará das 8h00 às 20h00, quando até agora o polo com o horário mais alargado fechava às 17h00.

O concurso para a contratação de novos especialistas em Medicina Geral e Familiar, concluído em setembro, também permitiu reforçar esta unidade com mais quatro médicos. Dois já estão a trabalhar e os outros dois começam em novembro. No total, este reforço permitirá atribuir médico de família a mais cerca de 7600 utentes.

O novo edifício está preparado para acolher duas Unidades de Saúde Familiar, um módulo de fisioterapia, sala de movimento e terapia ocupacional e um módulo polivalente com Saúde Oral, Psicologia, Serviço Social e Unidade de Cuidados Continuados de Mafra/ECCI Mafra.

A nova Unidade resulta de uma parceria virtuosa entre a ARSLVT e a Câmara Municipal de Mafra. O investimento global ascende a cerca de 1,2 milhões de euros, sendo financiado a 50% por Fundos Comunitários do PO Lisboa 2020, sendo a contrapartida nacional suportada pela ARSLVT (70%) e o restante pelo Município.

A nova Unidade pertence ao Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Sul, constituído pelos Centros de Saúde de Cadaval, Lourinhã, Mafra, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras (48 polos) e que abrange uma população de mais de 221 mil utentes.